You are currently viewing Cobrado, Tonho pede providências para a falta de medicamentos básicos nos postos de saúde

Cobrado, Tonho pede providências para a falta de medicamentos básicos nos postos de saúde

Como fez, no ano passado, quando denunciou a falta de insumos essenciais para pessoas diabéticas e material de trabalho para os profissionais da rede básica de saúde, o vereador Antônio Carlos Alves Correia (Republicanos), o Tonho (foto), voltou a criticar a administração da cidade na sessão ordinária, no dia 08. Desta vez por deixar desabastecida as farmácias nos postos locais. Para ele, nas últimas semanas, munícipes não encontram sequer medicamentos de uso contínuo.

Ainda, segundo ele, como as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estão com os estoques de remédios vazios, os moradores ferrazenses, sobretudo, os mais carentes, que, portanto, não têm dinheiro sofrem com esse verdadeiro descaso. “Na prática, somente nos últimos dias tenho recebido mais de 15 munícipes no meu gabinete reclamando da falta de medicamentos da chamada cesta básica, o que é um absurdo”, desabafou o vereador Tonho. Ele exemplificou que a cena é comum no Centro de Saúde (CS-II), no centro.

Por outro lado, o parlamentar afirmou que não compreende porque o setor competente municipal, isto é, o pessoal da Secretaria Municipal da Saúde sabe muito bem do problema que faz a carência de remédios básicos como, por exemplo, para diabéticos e hipertensos e, no entanto, deixa acabar os produtos farmacêuticos para depois sair correndo atrás do prejuízo. ‘E uma burocracia sem tamanho, mas quem paga o preço são os usuários”, disparou o vereador.

Aliás, além de ser procurado no seu gabinete na Câmara Municipal, no centro, e até mesmo na sua casa, ele costuma fazer visitas periódicas aos postos de saúde, justamente, para conhecer de perto o drama dos moradores. Enfim, essas vistorias não servem apenas para constatar a falta de medicamentos nas unidades, todavia, para verificar também as condições de trabalho dos funcionários e o estado de conservação física dos prédios.

Por Pedro Ferreira, em 14/03/2022.