You are currently viewing Rose Fitness denuncia a falta de produtos de limpeza no CEU Cidade Kemel

Rose Fitness denuncia a falta de produtos de limpeza no CEU Cidade Kemel

Frequentadora do local por apoiar atividades de dança, a vereadora Roseli Aparecida Messias Ferreira (Republicanos), a Rose Fitness (foto) resolveu questionar a falta de funcionários para fazer limpeza do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) na Rua Francisco Sperândio, s/n., no Cidade Kemel. Para ela, a ausência de servidores afeta, sobretudo, os setores de cultura e educação. O requerimento dela foi aprovado na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 30.

Além disso, no documento, a parlamentar denúncia a carência de produtos de limpeza e higiene do citado espaço público. Por isso, ela quer saber quando será feita a contratação urgente de funcionários, já que não tem colaboradores, por exemplo, para atuar na recepção do CEU Cidade Kemel assim como, a compra de artigos de limpeza. “Na realidade, toda essa situação de abandono do local está sendo duramente criticada por moradores em geral”, garante Rose Fitness.

Para piorar ainda mais quadro vexatório, a vereadora também cobra providências, no tocante, a saída de um Guarda Civil Municipal (GCM) que fazia a segurança no espaço. Já em relação à manutenção e a zeladoria do núcleo, Rose Fitness pede informações sobre quais secretarias municipais são responsáveis pelos dois serviços. “Afinal de contas, hoje, não sabemos se são atribuições das pastas da Cultura, da Juventude, Esporte, Lazer e Qualidade de Vida ou da Educação”, comenta.

De um modo geral, a falta de servidores para manter o lugar limpo (foto), atender o público e garantir a segurança já reflete, possivelmente, a decisão do Poder Executivo de acabar com os contratos temporários da Frente Municipal de Trabalho e da recente demissão de 21 agentes a pedido da justiça após a tramitação do processo aberto, em 2014. Por sua vez, o vereador Renato Ramos de Souza (Cidadania), o Renatinho Se Ligue disse que quadro igual também enfrenta o Centro de Arte e Cultura (CAC), no centro.

Por Pedro Ferreira, em 03/10/2019.