Neto Cambiri requer licença temporária para tratar da saúde

Para poder fazer um pequeno tratamento de saúde, o vereador Ananias Coelho Neto (PSL), o Neto Cambiri (foto) precisou pedir licença por um período de 15 dias contados  a partir do último dia 16 do corrente. O requerimento dele com essa finalidade foi aprovado em única discussão e, por unanimidade, na sessão ordinária da Câmara Municipal, na segunda-feira, dia 22.

Além de Neto Cambiri, o vereador Clovis Ottoni Sousa (PSD), o Clovis Eletricista (foto) também solicitou o afastamento temporário do cargo por igual período, isto é, por 15 dias contados a partir da última sexta-feira, dia 19. No fundo, a exemplo do colega, Clovis Eletricista aproveitará o tempo fora do Poder Legislativo para cuidar da saúde, porém, nos dois casos não existe gravidade.

Na prática, essa é a primeira vez que os dois parlamentares eleitos, em 2016, para exercer o primeiro mandato eletivo pedem licença do cargo. Na verdade, antes da dupla de vereadores, o companheiro de Casa, Eliel de Souza (PR), o Eliel Fox já se afastou por duas vezes este ano por motivo de saúde. Nos dois períodos distintos, ele foi substituído pelo primeiro suplente da coligação, Denerval Jardim (PR), o Deí.

Por outro lado, Neto Cambiri e Clovis Eletricista estão sendo representados na Câmara Municipal, respectivamente, pelos suplentes Alvaro Costa Vieira (PSL), o Kaká (dir) e Carlos Aberto Camões da Silva (DEM), o Neno. Ambos tomaram posse, na segunda-feira, dia 22. Nas eleições passadas, Kaká obteve 598 votos e Neno 696 sufrágios garantindo a segunda suplência. O primeiro é o ex-vereador, Silas Faria de Souza, contudo, ele não pôde assumir por ser comissionado na Prefeitura de São Paulo.

Por Pedro Ferreira, em 23/10/2018.