You are currently viewing Mineiro exige relatório completo de obras de manutenção de campos de futebol

Mineiro exige relatório completo de obras de manutenção de campos de futebol

O vereador Hodirlei Martins Pereira (PSD), o Mineiro (foto) decidiu passar a limpo há como anda a manutenção periódica de campos de futebol, em Ferraz de Vasconcelos. Para tanto, o parlamentar apresentou um requerimento na Câmara Municipal pedindo informações ao setor competente da municipalidade. O documento foi aprovado na sessão ordinária, na quarta-feira, dia 22.

Na reivindicação, Mineiro solicita o encaminhamento de um relatório completo contendo um panorama das obras de revitalização dos estádios de futebol existentes, na cidade. Na prática, ele tenta saber  quais são os serviços que estão sendo executados no momento para possibilitar a conservação desses espaços esportivos usados, sobretudo, aos finais de semana pelos chamados peladeiros.

Além disso, o vereador também exige o nome da empresa contratada para a realização dos serviços de manutenção. Segundo ele, a revitalização dos campos de futebol é uma cobrança antiga de desportistas amadores. Hoje, a cidade possui os estádios nos Jardins Castelo e São João, nas Vilas Santa Margarida, Santo Antônio e Solar e no Conjunto Residencial Presidente Castelo Branco, o Raspadão, entre outros.

Único dotado de grama sintética o Estádio Municipal Clemente Belarmino, o Kelezão localizado no complexo da Vila Olímpica, no Jardim Santa Rosa também deverá constar do levantamento a ser feito pela Secretaria Municipal da Juventude, Esporte, Turismo e Qualidade de Vida. Aliás, a mesma pasta planeja colocar o mesmo tipo de grama no campo o Raspadão.

                                                           Praça

Além de querer saber como estão às estruturas físicas dos campos de futebol, Mineiro acrescentou ainda que vive a expectativa da construção de uma praça pública, na Vila Cristina. A obra, segundo ele, deve começar, exatamente, nesta quinta-feira e, ao mesmo tempo, ser concluída, em breve. Assim, quando terminar o isolamento social, ou seja, as autoridades sanitárias atestarem o controle da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a comunidade vai poder usufruir do equipamento público.

Por Pedro Ferreira, em 23/04/2020.