You are currently viewing Ativista social renomado, Edu Lyra ganhará moção de aplauso e título de cidadão ferrazense

Ativista social renomado, Edu Lyra ganhará moção de aplauso e título de cidadão ferrazense

Considerado, hoje, um dos principais empreendedores sociais do país e até do mundo, Eduardo Lyra, ou, simplesmente, Edu Lyra, deverá ser agraciado com uma moção de aplauso pela Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos em breve.  O futuro homenageado (foto) é o fundador da Organização Não-Governamental (ONG) Gerando Falcões, em 2013. O órgão tem sede em Poá.

A entidade social atua, sobretudo, na periferia das cidades brasileiras, contribuindo assim para dar uma oportunidade a jovens como ele a nunca desistirem de seus sonhos. Afinal de contas, Edu Lyra nasceu na comunidade Jardim Vila Nova Cumbica, em Guarulhos, e, portanto, conhece como poucos a batalha diária pela sobrevivência.

Graduado em jornalismo, em 2011, Edu Lyra, na época, escreveu o livro Jovens Falcões, na realidade, um prenúncio da vindoura Gerando Falcões. No texto independente, ele narra a trajetória de vida de 14 jovens que cresceram socialmente na vida. Na ocasião, com o apoio de 30 jovens conseguiu vender cinco mil exemplares, indo de porta em porta.

Por seu brilhante desempenho no empreendedorismo social, Edu Lyra apareceu na conceituada revista norte-americana Forbes como um dos jovens mais influentes do planeta, com menos de 30 anos de idade. Além disso, ele foi premiado como um dos 100 afrodescendentes mais importantes do mundo pela Mipad, em 2021. Recebeu também o prêmio Paulistano Nota Dez, pela revista Veja, em 2017, entre outras honrarias.

                                    Transformação

Em Ferraz de Vasconcelos, a ONG Gerando Falcões está mudando a realidade de moradores da comunidade Boca do Sapo, no Jardim São Lázaro. Autor da moção de aplauso, o vereador Flávio Batista de Souza (Pode), o Inha (foto), também já elaborou o projeto de decreto legislativo que dispõe sobre a concessão do título de cidadão ferrazense a Edu Lyra, mas as duas matérias ainda não têm data para serem votadas.

Por Pedro Ferreira, em 15/08/2022.