Deputado cancela audiência para tratar de hemodiálise

PDeputado estadual, Luiz Carlos Gondim (SDD)or ter sido obrigado a mudar sua agenda política, o deputado estadual recém-empossado para o seu quinto mandato que também é médico, Luiz Carlos Gondim Teixeira (SDD), o Dr. Gondim acabou adiando para uma data oportuna a reunião a cerca da possível instalação de uma clínica de hemodiálise regional, em Ferraz de Vasconcelos. O encontro a pedido do vereador, Marcos Antonio Castello (SDD), o Ratinho, aconteceria nesta sexta-feira, dia 20, às 13h, em Mogi das Cruzes. Além dele, o presidente da Câmara Municipal, Roberto Antunes de Souza (PMDB), também participaria da audiência.

Na reunião, Ratinho iria pedir o apoio do parlamentar a sua iniciativa que visa humanizar o atendimento aos portadores de insuficiência renal crônica ou aguda, já que, a implantação da clínica de hemodiálise inclui o fechamento de um convênio com o governo estadual. “Na verdade, o custo para a manutenção desse equipamento público precisa ser financiado pela esfera estadual por meio de um repasse proveniente do Sistema Único de Saúde (SUS) e, por sua vez, o deputado Gondim Teixeira exerce forte influência política junto ao Palácio dos Bandeirantes, por isso, vamos solicitar a sua intervenção”, diz Ratinho. No momento, no Alto Tietê apenas Mogi das Cruzes oferece esse tipo de atendimento.

Além disso, como o assunto envolve também a parceria da municipalidade que ficaria encarregada de arrumar um espaço físico podendo ser inclusive onde, hoje, funciona a Unidade Básica de Saúde (UBS), na Vila São Paulo, Ratinho adiantou que já vem tratando, internamente, o tema com o prefeito municipal, Acir Filló dos Santos (PSDB), o Acir Filló e com o seu secretário municipal da Saúde, Luís Claudio Rocha Guillaumon. Já a parte referente à infraestrutura, isto é, os equipamentos e o quadro de funcionários da viável clínica de hemodiálise regional seriam fornecidos de forma terceirizada por uma empresa de São Paulo.

Hoje, o governo local banca o Transporte Fora do Domicílio (TFD) de 87 pacientes. Com isso, somente, no ano passado, a administração ferrazense realizou 10.135 atendimentos, porém, esse número não computa os portadores de insuficiência renal crônica ou aguda que procuram o tratamento por conta própria e, neste caso, a demanda existente, seguramente, é ainda muito maior e, com isso, somando a necessidade de outras cidades vizinhas justifica-se a implantação de uma clínica de hemodiálise, em Ferraz. “O próprio deputado Gondim já disse na imprensa que a região deve receber esse tipo de equipamento e, portanto, vamos lutar para que o nosso município seja o agraciado”, explica Ratinho.

Por Pedro Ferreira.