You are currently viewing Câmara Municipal elege nova Mesa Diretora nesta 6ª

Câmara Municipal elege nova Mesa Diretora nesta 6ª

Vereador Fabinho (PSDB) comanda eleição da sua sucessão nesta sexta-feira, dia 19A Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos elege a nova composição da sua Mesa Diretora para o biênio 2015/2016, em sessão especial nesta sexta-feira, dia 19, às 10h. O sucessor do atual presidente (foto) Luiz Fábio Alves da Silva (PSDB), o Fabinho, e do restante da Mesa Diretora serão conhecidos por intermédio de votação nominal e aberta ao público em geral, conforme prevê o Regimento Interno da Casa. Por isso, Fabinho aproveita para convidar a acompanhar a eleição extraordinária.

Além disso, como o regramento próprio do Poder Legislativo estabelece que o registro de chapa ou de candidatura individual só deve ser feito na hora do pleito, tradicionalmente, o presidente abre os trabalhos e depois a suspende por alguns minutos para que os colegas oficializem os nomes de postulantes à presidência, vice, primeiro, segundo e terceiros secretários. Até amanhã (19), o processo de negociação continua forte nos bastidores políticos.

Mesmo não podendo oficializar ainda a candidatura, o atual vice-presidente da Casa, vereador Roberto Antunes de Souza (PMDB) já anunciou na Tribuna que é pré-candidato ao cargo de presidente. Dependendo da quantidade de concorrentes, o peemedebista precisa ter, no mínimo, nove votos para vencer. Por sua vez, a sua chapa completa está quase, praticamente, definida como, por exemplo, a vice-presidência tem como nome certo Marcos Antonio Castello (SDD), o Ratinho.

Ainda, extraoficialmente, comenta-se que o ex-presidente da Câmara Municipal no último biênio do mandato anterior, Edson Elias Khouri (PSB), o Edson Cury, pode lançar o seu nome na disputa. Além dele, o companheiro de partido que inclusive ocupou a vice-presidência quando ele comandou a instituição de 2011 a 2012, Willians Santos, o Willians do Gás também ensaia buscar o apoio dos colegas. Em todo caso, nada está descartado até o momento da eleição especial, ou seja, tudo pode acontecer.

Por Pedro Ferreira.