You are currently viewing No Dia Internacional da Mulher, Câmara aprova moção de repúdio ao deputado Arthur do Val

No Dia Internacional da Mulher, Câmara aprova moção de repúdio ao deputado Arthur do Val

Alvo de 12 pedidos de cassação do mandato por proferir palavras levianas contra mulheres ucranianas até ontem (08/03), o deputado estadual, Arthur do Val (Podemos), o Mamãe Falei, acaba de receber mais uma manifestação de total desprezo ao seu comportamento desrespeitoso às mulheres em geral. Trata-se da aprovação em única discussão e, por unanimidade, de uma moção de repúdio pela Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos na sessão ordinária desta terça-feira, dia 08.

Principal articulador do documento que inclusive também foi assinado pela maioria dos vereadores da Casa, David Francisco dos Santos Júnior (PSD), o David Júnior  (foto), não economizou no verbo para expressar o seu sentimento de indignação contra os áudios vazados em um grupo de conversa do deputado paulista, Mamãe Falei. Para ele, o parlamentar estadual foi, no mínimo, infeliz ao se referir às mulheres ucranianas de uma forma tão aviltante.

“Esse deputado estadual teve, na verdade, uma atitude covarde quando disse palavras de baixo nível contra as mulheres ucranianas que neste momento enfrentam um verdadeiro drama humano por conta da ocupação daquele país pelas tropas da Rússia do ditador de plantão, Vladimir Putin”, desabafou David Júnior. Ainda, segundo ele, o triste episódio deve ser considerado muito mais degradante quando acontece no próximo ao Dia Internacional da Mulher, exatamente, hoje.

Já os vereadores Claudio Ramos Moreira (PT), Luiz Fábio Alves da Silva (PSB), o Fabinho, Roberto Antunes de Souza (Cidadania), Flávio Batista de Souza (Podemos), o Inha, Álvaro Costa Vieira (Podemos), o Kaká, e Claudio Roberto Squizato (PL) também criticaram com veemência a irresponsabilidade do deputado estadual, Arthur do Val. Para eles, o indigno representante do povo paulista deveria ter a coragem de renunciar ao cargo e não esperar o processo de cassação pela Alesp.

Cópias da moção de repúdio serão enviadas à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), no Parque Ibirapuera, as lideranças partidárias com assento na Casa e a todas às Câmaras Municipais do Estado de São Paulo. A ideia, de acordo com David Júnior, é apresentar para a sociedade em geral a faceta antissocial do deputado estadual, Arthur do Val. “Aliás, o próprio mundo já está tomando conhecimento desse gesto reprovável sob todos os aspectos”, concluiu David Júnior.

Por Pedro Ferreira, em 08/03/2022.