You are currently viewing Mesmo distante, Ferraz vai lutar para ser reconhecido de interesse turístico pelo Estado

Mesmo distante, Ferraz vai lutar para ser reconhecido de interesse turístico pelo Estado

Apesar de ter consciência de que precisa percorrer um longo caminho pela frente nos próximos anos, Ferraz de Vasconcelos alimenta a esperança de ser reconhecido como Município de Interesse Turístico (MIT) pelo governo estadual. Hoje, praticamente, a cidade está na estaca zero, já que não preenche os requisitos mínimos estabelecidos pela legislação paulista em vigor desde 2015.

Mas, o primeiro passo nesse sentido poderá ser dado com a aprovação de um novo Conselho Municipal de Cultura e Turismo em tramitação na Câmara Municipal. A matéria de autoria do Poder Executivo tende a ir à votação em meados de 2022. Em todo caso, a titular da pasta, Rosemeire Crossi, a Rose Crossi (foto), vai necessitar ainda demonstrar para as autoridades estaduais se a cidade tem, por exemplo, potencial turístico.

Além disso, será necessário provar também que Ferraz de Vasconcelos possui condições de hospedagem, ter serviço de saúde médico emergencial e oferecer  infraestrutura básica para receber a chamada população flutuante, ou seja, os visitantes. Ainda, para poder pleitear o título de Município de Interesse Turístico, a cidade terá de elaborar um plano diretor de turismo a ser revisado há cada três anos.

Na atualidade, da lista de setores possíveis a ser explorada, Ferraz de Vasconcelos poderia se enquadrar no turismo religioso e cultural sendo neste último caso usando como atrativo o castelo situado no bairro do mesmo nome. A cidade poderá também utilizar o trunfo se criar, por exemplo, a rota da uva na região do Cambiri, aliás, já anunciada pelo vice-prefeito e secretário de Desenvolvimento Econômico e Agricultura, Daniel Balke (MDB).

Já o ranqueamento para que os munícipios possam reivindicar o MIT foi aberto e concluído este ano e o próximo está previsto para ocorrer em 24 meses. No momento, o Estado de São Paulo tem 210 cidades reconhecidas como MIT dos 645 municípios. Como estímulo por possuir esse título, cada cidade pode receber um repasse anual de R$700 mil. Esse valor significa quase a metade do atual orçamento da Cultura local.

                                               Audiência

Em cumprimento a lei municipal nº 3.376, de 11 de junho de 2019, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo apresentou um balanço das atividades desenvolvidas no primeiro semestre deste ano, na quarta-feira, dia 15, na Comissão Permanente de Saúde, Educação, Cultura, Lazer e Turismo (CPSECLT) da Casa. Na audiência pública (esq), Rose Crossi destacou a importância do Natal Esperança na antiga Praça dos Trabalhadores (foto).

Por Pedro Ferreira, em 16/12/2021.