You are currently viewing Assistência Social contabiliza mais de 22.067 famílias carentes inscritas no Cadastro Único

Assistência Social contabiliza mais de 22.067 famílias carentes inscritas no Cadastro Único

Até junho deste ano, 22.067 famílias estavam inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), isto é, no principal banco de dados para acesso a programas sociais da Prefeitura Municipal de Ferraz de Vasconcelos em parceria com os governos estadual e federal. O número foi divulgado durante audiência pública (foto) para apresentar o balanço das atividades da Secretaria de Assistência Social no primeiro semestre, nesta quarta-feira, dia 08, na Câmara Municipal, no centro.

Ainda, de acordo com o titular da pasta, Robson Xisto (centro-abaixo), somente nos quatro Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) da cidade estão referendadas 38.425 famílias. Com isso, no período, o órgão realizou 27.529 atendimentos à população em situação de alta vulnerabilidade social. Já no Bolsa Família, Ferraz contava até a metade do ano, com 9.493 beneficiadas. Em contrapartida, em relação a nova versão do programa, o chamado Auxílio Brasil, a administração não sabe como vai ficar o plano.

Além disso, nos primeiros seis meses de 2021, a Assistência Social coordenou a distribuição de 6.065 cestas básicas em conjunto com o Fundo Social de Solidariedade (FSS). Os alimentos foram repassados pelo governo estadual. Do seu lado, a pasta comprou com recursos próprios 950 cestas básicas. Com isso, por mês, conforme a demanda levantada por técnicos dos CRAS são doadas em média 80 cestas básicas, porém, o órgão admite que a oferta é menor do que a procura pelas pessoas carentes.

No total, apenas de receitas municipais, o Palácio da Uva Itália aplicou em programas sociais R$6,7 milhões. Por outro lado, o governo estadual encaminhou R$477 mil e a União um pouco mais de R$987 mil. Em todo caso, a receita projetada, ou seja, empenhada chegou a R$8,8 milhões, contra uma despesa de R$7,6 milhões no primeiro semestre. Também participaram da prestação de contas, o secretário-executivo, Rodrigo de Freitas Siqueira, e o gestor de Parcerias, Alberto Dias de Medeiros.

O presidente da Comissão Permanente de Promoção, Assistência e Desenvolvimento Social (CPPADS) da Casa, vereador Claudio Ramos Moreira (PT), conduziu os trabalhos transmitidos ao vivo na internet. Além do petista (dir), o parlamentar Luiz Tenório de Melo (PL) acompanhou a audiência pública. A realização do evento é uma exigência da lei municipal nº 3.256, de setembro de 2015. O presidente do colegiado agradeceu a presença de todos.

Por Pedro Ferreira, em 08/12/2021.