Vereador Tonho cobra medidas concretas para incentivarem a contratação de mão de obra local

Vereador Tonho cobra medidas concretas para incentivarem a contratação de mão de obra local

Como costuma receber diariamente no seu gabinete, inúmeros pedidos de encaminhamento para uma colocação no mercado de trabalho, ou seja, tem um termômetro do desemprego em geral, o vereador Antônio Carlos Alves Correia (Republicanos), o Tonho (foto), decidiu cobrar a Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos sobre o assunto. Na prática, o parlamentar quer saber o que está sendo feito, de fato, para incentivar a contratação de mão de obra local por empresas instaladas na cidade.

O requerimento foi aprovado na sessão ordinária, na sexta-feira, dia 03. Segundo ele, na época em que foi ampliado o distrito industrial no Núcleo do Itaim, em 2005, a administração ofereceu aos empresários a isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e do Imposto Sobre Serviços (ISS), entre outros, porém, esse período de anistia já acabou e, portanto, hoje, as firmas pelo visto não têm nenhum tipo de estímulo fiscal para manter os postos de trabalho e muito menos para aumentar o número de vagas.

Por isso, Tonho acredita que seja perfeitamente viável o atual governo, notadamente, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Agricultura, chefiada pelo vice-prefeito, Daniel Balke (MDB) criar mecanismos como, por exemplo, cursos de qualificação profissional em grande escala usando para tanto a estrutura ociosa de escolas locais no período noturno. Além disso, o vereador defende que o Poder Executivo estude a possibilidade de reduzir o valor do IPTU para as empresas.

“Enfim, nós queremos que esse tipo de ação governamental seja adotado para beneficiar exclusivamente trabalhadores que residem na cidade e contribuir para diminuir um pouco a fama real de cidade-dormitório”, explicou Tonho. A ideia dele recebeu o apoio do colega Claudio Ramos Moreira (PT). Para o petista, Ferraz pode pensar na criação de um polo industrial sustentável na região do Cambiri ou até mesmo incentivar a implantação de um roteiro de turismo gastronômico no bairro.

Além do petista, os vereadores Ewerton Correa Cardoso (Podemos), o Diretor Everton, Roberto Antunes de Souza (Cidadania), Flávio Batista de Souza (Podemos), o Inha, Luiz Fábio Alves da Silva (PSB), o Fabinho, e Eliel de Souza (PL), o Eliel Fox, também consideraram positivo o fato de Tonho ter suscitado a questão do desemprego na cidade e, ao mesmo tempo, exigir uma posição oficial do Palácio da Uva Itália sobre o tema. Em suma, para eles, o assunto precisa ser enfrentado, sobretudo, no pós-pandemia.

Por Pedro Ferreira, em 10/09/2021.