Vereador critica reajuste na tarifa do sistema rotativo de Zona Azul na cidade

Vereador critica reajuste na tarifa do sistema rotativo de Zona Azul na cidade

Presidente da Comissão Permanente de Transporte Público (CPTP) da Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos, o vereador Claudio Ramos Moreira (PT), criticou o decreto nº 6.423/2021 que autoriza o reajuste no preço do cartão de estacionamento rotativo denominado de Zona Azul, na cidade. Pelo documento, o usuário passará a pagar por cada hora, R$2,00 numa folha, ou seja, caso queira usufruir do boleto inteiro contendo 10 folhas, o motorista arcará com R$20,00. Hoje, o valor é R$15,00.

De acordo com o decreto publicado na edição do Boletim Oficial do Município (BOM), na quinta-feira, dia 15, a decisão assinada pela prefeita, Priscila Gambale (PSD) e pelo secretário municipal de Transportes e Mobilidade Urbana, o vereador licenciado Álvaro Costa Vieira (Podemos), o Kaká, entrará em vigor a partir da meia-noite do dia 1º de agosto. No momento, o número da frota de veículos emplacados na cidade supera os 70 mil automóveis.

Para Claudio Ramos (foto), a permissão para a empresa concessionária aumentar o preço do talão de zona azul pode e deve ser considerada como inoportuna, sobretudo, levando em consideração a crise econômica porque passa o país, principalmente, agora agravada neste período da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Ainda, segundo o petista, o brasileiro não suporta mais tanta cobrança de impostos de taxas pelo poder público em geral. “Enfim, a Prefeitura poderia deixar para depois essa decisão”, diz.

Na atualidade, a cidade oferece 1.245 vagas de estacionamento rotativo distribuídas nas ruas localizadas na região central, entre elas, as Avenidas Brasil, XV de Novembro, Lourenço Paganucci e Godofredo Osório Novais e nos bairros da Vila Corrêa e do Parque São Francisco. Conforme o decreto nº 6.051, de 29 de outubro de 2018, cinco por cento (5%) das vagas são destinadas aos idosos e dois por cento (2%) às pessoas com deficiência, com dificuldade de locomoção.

Por Pedro Ferreira, em 16/07/2021.