Moção de aplauso a GCM espera término do recesso parlamentar para ser votada

Moção de aplauso a GCM espera término do recesso parlamentar para ser votada

A moção de aplauso em reconhecimento ao trabalho da Guarda Civil Municipal (GCM) em prol da sociedade ferrazense espera o fim do recesso parlamentar para ser votada em única discussão. O texto foi apresentado no mês passado pelo vereador, Eliel de Souza (PL), o Eliel Fox (foto) e cita nominalmente pelo êxito o secretário da Segurança Urbana, Renato Gomes da Silva e ao comandante da corporação, Cleverson Ramos.

Nele, Eliel Fox destaca que neste período da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a GCM tem agido firme no combate a aglomerações clandestinas por toda a cidade. Além disso, a tropa também presta apoio aos órgãos de saúde locais, ou seja, atua na linha de frente no enfrentamento à crise sanitária. E, portanto, somente por esse tipo de comportamento já é o suficiente para ganhar os aplausos em geral.

O vereador enfatizou ainda que a GCM desempenha papel importante ainda na luta contra as ocupações e venda irregular de lotes, que, por diversas, resultaram em autuações aos responsáveis e até mesmo na prisão dos infratores. Eliel Fox cita como exemplo, as três intervenções da tropa para evitar as invasões das casinhas populares do projeto Morar Bem II, na Vila São Paulo. Aliás, os agentes vivem sempre em alerta.

Outro ponto fundamental no cotidiano da GCM enumerado pelo vereador diz respeito às ações voltadas ao combate à violência doméstica culminando com a detenção de agressores. Para ele, a corporação trabalha também no apoio ao serviço prestado pelo Conselho Tutelar, isto é, dá retaguarda nas abordagens de medidas protetivas às crianças e adolescentes na cidade.

Já na área da segurança pública, a GCM evita furtos e demais danos materiais nas escolas municipais, sobretudo, nas situadas na região da Vila Santa Margarida. Por sua vez, apenas no primeiro quadrimestre deste ano, a corporação realizou 6.397 rondas preventivas nos bairros, 490 nas unidades escolares e 372 nos postos de saúde. Fez ainda quatro flagrantes de roubo, violência doméstica, furto e ameaça.

Por Pedro Ferreira, em 13/07/2021.