You are currently viewing Vereador Tonho questiona a arrecadação com a cobrança da taxa de luz na cidade

Vereador Tonho questiona a arrecadação com a cobrança da taxa de luz na cidade

O vereador Antônio Carlos Alves Correia (Republicanos), o Tonho, quer saber quantos imóveis residenciais estão pagando a cobrança da taxa de Contribuição de Iluminação Pública (CIP) na cidade. O requerimento com esse objetivo foi votado em única discussão na sessão ordinária, nesta segunda-feira, dia 14.

Além disso, ainda dentro do mesmo documento, Tonho (foto) pede informações sobre o número de estabelecimentos comerciais e industriais também são obrigados a pagar a CIP todos os meses. Com isso, o vereador vai ficar sabendo do montante  arrecadado de cada contribuinte, assim como o valor total obtido por mês nas contas de luz.

De acordo com o parlamentar, o seu pedido de informações visa demonstrar a transparência e a gestão do dinheiro público, ou seja, como o recurso arrecadado da população está sendo, de fato, investido no setor da iluminação pública pela municipalidade. “Na realidade, é um dever nosso ter esse conhecimento”, diz Tonho.

Na prática, a solicitação do vereador acontece justamente no momento em que a Prefeitura Municipal pede autorização da Casa para contrair um empréstimo de R$21,3 milhões à Caixa Econômica Federal (CEF). Desse total, R$5 milhões destinam-se aos serviços de iluminação pública. O texto foi aprovado em segundo turno hoje (14/06), com voto contrário de Tonho.

Além do vereador Tonho, também assinam o requerimento Luiz Fábio Alves da Silva (PSB), o Fabinho, e Roberto Antunes de Souza (Cidadania). Depois de devidamente aprovado pelo plenário do Poder Legislativo o questionamento será encaminhado para o governo municipal. O prazo para resposta é de 15 dias.

Por Pedro Ferreira, em 14/06/2021.