You are currently viewing Falha técnica impossibilita transmissão ao vivo de audiências públicas virtuais nesta 4ª

Falha técnica impossibilita transmissão ao vivo de audiências públicas virtuais nesta 4ª

Uma falha técnica infelizmente não permitiu a transmissão ao vivo pela internet da audiência pública virtual da apresentação do balanço pela Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, nesta quarta-feira, dia 26, com início às 9h. Apesar do problema, todo o conteúdo da prestação de contas da pasta relacionado ao segundo semestre do ano passado foi gravado e será disponibilizado, em breve.

Em todo caso, o presidente da Comissão Permanente de Saúde, Educação, Cultura, Lazer e Turismo (CPSECLT) da Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos, vereador Alexandro Santos Alves Silva (PSC), o Teteco (foto), pediu desculpas aos internautas pelo ocorrido. Além disso, ele afirmou que os interessados podem ainda fazer perguntas sobre os assuntos detalhados, ou seja, os investimentos financeiros e as atividades desenvolvidas pelo órgão.

Para tanto, basta encaminhar os eventuais questionamentos por meio do e-SIC da Prefeitura Municipal. De acordo com a titular da pasta, Rosemeire Crossi, a Rose Crossi, em 2020, de uma previsão orçamentária de R$1,9 milhão, um pouco mais de R$1,3 milhão foram gastos no setor sendo, porém, R$823 mil somente com a folha de pagamento dos servidores da Cultura e Turismo. Na audiência pública, a secretária (foto) cobrou o apoio dos vereadores para aumentar a verba para o ano que vem.

Por sua vez, a falha técnica também impediu a transmissão on-line da audiência pública virtual da Secretaria Municipal da Fazenda, no tocante ao cumprimento das metas fiscais no primeiro quadrimestre deste ano, com início, às 10h30. Entretanto, como a prestação de contas foi gravada, por recomendação da Comissão Permanente de Orçamento, Finanças e Contabilidade (CPOFC) da Casa, o conteúdo será divulgado na internet. O colegiado é presidido pelo vereador Osni Angelo Pasquarelli (PDT), o Ni (foto).

Já nos primeiros quatro meses do corrente, a Prefeitura Municipal arrecadou R$135,5 milhões e gastou R$110,5 milhões, o que representa um superávit orçamentário de R$25 milhões. Por sua vez, durante todo o ano anterior, a municipalidade desembolsou R$166,1 milhões com despesa de pessoal, o que corresponde a 42,99%, de um teto máximo de 54%. Com as principais verbas próprias, a cidade obteve em torno de R$16,8 milhões.

                                                                                        Concorrência

Nesta quinta-feira, dia 27, com início às 9h, a Comissão Permanente de Transporte Público (CPTP) realiza audiência pública para conhecer detalhes da concorrência do transporte coletivo da cidade, cujo edital deverá ser publicado no começo de junho. O processo de licitação vem sendo esperado há anos, sobretudo, a partir de 2017, quando a Câmara Municipal aprovou a lei complementar 322 autorizando o Poder Executivo a fazer a concorrência.

Por Pedro Ferreira, em 26/05/2021.