You are currently viewing Campo em construção no bairro do Cambiri levará o nome de Marcelo Petegrosso Pereira

Campo em construção no bairro do Cambiri levará o nome de Marcelo Petegrosso Pereira

De um terreno público antes alvo da cobiça constante de invasores e até pouco tempo podendo servir como rota de fuga para internos da Fundação Casa, hoje, desativada, para agora ser transformado em um campo de futebol (foto) inclusive com arquibancada, algo inédito nos estádios de várzea em geral. A nova praça esportiva da cidade está sendo construída na Rua Manoel Sebastião, 523, na Vila Aparecida, na região do Cambiri, em Ferraz de Vasconcelos.

Por sugestão do vereador Roberto Antunes de Souza (Cidadania), o futuro campo de futebol varzeano ferrazense tem sua concepção desenhada desde o início deste ano pelas Secretarias Municipais de Planejamento Urbano, de Obras e Habitação e dos Serviços Urbanos. Aliás, essa última pasta comandada pelo vereador licenciado, Agílio Nicolas Ribeiro David (PSD) é a responsável pela execução das obras que devem ser concluídas nas próximas semanas. O vereador agradece a Prefeitura Municipal pela obra. Pronto, o estádio será incorporado a pasta do Esporte e Lazer.

Além disso, Roberto de Souza (foto) também resolveu liderar o projeto de lei que dispõe sobre a denominação do local, que, na prática, passará ser chamado de Complexo Esportivo Marcelo Petegrosso Pereira, ex-secretário municipal dos Serviços Urbanos, de (2014 a 2016), e então como diretor da mesma pasta por ocasião da sua morte, aos 48 anos, vítima da Covid-19, em 18 de março do corrente. O texto em homenagem a Marcelo Petegrosso poderá ser apresentado oficialmente na sessão ordinária, nesta segunda-feira, dia 03, a partir das 9h.

Assinado por todos os 17 vereadores, o projeto de lei depois de ser lido em plenário, será encaminhado para a análise das comissões competentes da Casa para finalmente ficar pronto para ser votado em dois turnos. Na sequência, a matéria segue para a sanção da prefeita municipal, Priscila Gambale (PSD). Marcelo Petegrosso era natural de Ferraz e iniciou os seus estudos no Serviço Social da Indústria (Sesi), então situado na Avenida D. Pedro II, no centro. Depois, ele concluiu o chamado segundo grau na também tradicional Escola Estadual Professor Edir do Couto Rosa.

Esforçado, apesar da pandemia do novo coronavírus, Marcelo Petegrosso  voltou aos bancos escolares no começo deste ano, desta vez para cursar gestão pública. Sempre ativo e trabalhador, o homenageado com o nome do campo de futebol, no Cambiri, trabalhou em diversas áreas ligadas a obras, tendo atuado por 12 anos na empresa de terraplenagem Pelegrina, em São Paulo. Lá, adquiriu toda a sua larga experiência profissional para exercer cargos públicos. Ele (foto) deixou a esposa Arlete Pereira, com quem teve as filhas Amanda e Bianca. Residia no Parque Dourado há muitos anos.

Por Pedro Ferreira, em 03/05/2021.