Titular do Esporte e Lazer pede colaboração dos vereadores para melhorar orçamento da pasta

Titular do Esporte e Lazer pede colaboração dos vereadores para melhorar orçamento da pasta

Com um orçamento minguado para promover, de fato, ações concretas na área do esporte, em Ferraz de Vasconcelos, principalmente, após a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o titular da pasta, José Batista de Souza (foto) pediu o apoio da Câmara Municipal para melhorar a receita do órgão nos próximos anos. Na prática, o secretário quer a apresentação de emendas impositivas para o setor pelos vereadores no orçamento local. Em 2021, a previsão é de uma verba de R$2,5 milhões.

O apelo do secretário para tentar aumentar os recursos destinados ao esporte na cidade foi feito durante audiência pública de prestação de contas das atividades, no ano passado, na quarta-feira, dia 26, na Câmara Municipal, no centro. A demonstração do balanço é uma exigência da lei municipal nº3.410, de 15 de setembro de 2020. Ao lado do seu braço direito, Fábio Cruz,  José Batista afirmou que a medida é muito importante porque serve para provar a transparência da atuação da pasta do Esporte e Lazer.

No ano passado, a secretaria gastou R$4,7 milhões, o que representou dois por cento do orçamento geral do município. De acordo com o secretário-executivo da Secretaria Municipal da Fazenda, Pedro Paulo Teixeira, desse percentual, R$2,4 milhões foi de verbas próprias e mais R$500 mil de emendas impositivas dos vereadores. Já o restante é fruto de dinheiro federal. Com isso, somente com a folha de pagamento dos seus 38 servidores, a pasta desembolsou R$1,1 milhão, em 2020.

Além disso, do bolo orçamentário, mais de R$860 mil foram investidos em obras para, por exemplo, revitalizar quadras poliesportivas, na Vila Corrêa, no Jardim Anchieta, a pista de skate, na Vila São Paulo, e o vestiário do Estádio Prefeito Angelo Castello, no Conjunto Residencial Presidente Castelo Branco, entre outras, despesas. Para José Batista, por conta do início da crise sanitária, só foi possível executar o calendário das atividades programadas para o ano até 13 de março.

Em todo caso, apesar da covid-19 ter afetado os planos da pasta naquele ano, a saída encontrada para atenuar os prejuízos dos alunos foi desenvolver tarefas virtuais por intermédio do programa Movimenta Ferraz em Casa. Com a medida, os “atletas” puderam assistir aulas remotas e, ao mesmo tempo, mantiveram o foco nas diversas modalidades esportivas. “Está sendo um momento bastante difícil, todavia, vamos superar, em breve”, concluiu José Batista.

O presidente da Comissão Permanente de Saúde, Educação, Cultura, Lazer e Turismo da Casa, Alexandro Santos Alves Silva (PSC), o Teteco (2º dir) agradeceu a presença de todos na audiência pública. Além dele, também participaram da reunião, os vereadores Flavio Batista de Souza (Podemos), o Inha, Osni Angelo Pasquarelli (PDT), o Ní, Valter Costa Fernandes (PSD), o Valtinho do Som, Ewerton Correa Cardoso (Podemos), o Diretor Everton e Denerval Jardim (PL), o Deí.

Por Pedro Ferreira, em 29/04/2021.

 

Compartilhe nas Redes Sociais:
Fechar Menu