You are currently viewing Com regras sanitárias, vereador Diretor Everton apoia a retomada do ensino presencial

Com regras sanitárias, vereador Diretor Everton apoia a retomada do ensino presencial

Professor da rede municipal de ensino em plena atividade e ex-diretor de escola por mais de dez anos na cidade, o vereador Ewerton Correa Cardoso (Podemos), o Diretor Everton (foto), afirmou que é favorável ao retorno das aulas presenciais graduais, a partir desta segunda-feira, dia 26. A manifestação do parlamentar ocorreu na sessão ordinária na mesma data, após um período de pausa de três semanas.

De acordo com ele, a Secretaria Municipal da Educação (SME) deixou democraticamente a critério de cada unidade de ensino definir a realização das aulas presenciais, no entanto, a presença dos estudantes não pode superar dos 20% aos 35% do número dos alunos por sala, o que corresponde, na prática, há, no máximo, sete estudantes por classe. Em geral, a maior parte das escolas municipais achou por bem autorizar o percentual médio de 20% dos discentes.

Além disso, a maioria das escolas municipais está preparada para receber esse seleto grupo de estudantes durante toda a semana de maneira escalonada. Para o Diretor Everton, a volta às aulas presenciais conta com a concordância dos membros do Conselho Municipal da Educação, do qual o mesmo faz parte como representante da Câmara Municipal. Enfim, caso haja algum tipo de risco de contágio da covid-19 aos alunos, professores e funcionários, uma comissão de profissionais da pasta da Educação poderá propor as medidas cabíveis para continuar ou não o ensino presencial.

Nas escolas locais, os estudantes vão ganhar quatro máscaras, manter o distanciamento social e usar com frequência o álcool em gel disponível nos totens instalados estrategicamente pelos diretores. “Na realidade, apesar do aumento das mortes e das internações pela covid-19, trata-se de uma medida embasada nas autoridades sanitárias e como professor não vejo nenhum problema no momento que impeça o retorno às aulas presenciais de maneira gradual”, explica o Diretor Everton.

Ele aponta ainda que o sistema continua híbrido, isto é, com o ensino remoto também funcionando. Ainda, na opinião do vereador, com a suspensão das aulas presenciais os mais prejudicados foram os alunos das famílias carentes que não têm acesso aos canais digitais. Por isso, a volta das aulas físicas graduais beneficia, sobretudo, essa camada da população menos favorecida da sociedade.

Por Pedro Ferreira, em 26/04/2021.