You are currently viewing Renatinho questiona kit alimentação deste mês e quer uniformes escolares entregues juntos

Renatinho questiona kit alimentação deste mês e quer uniformes escolares entregues juntos

O vereador Renato Ramos de Souza (PSDB), o Renatinho Se Ligue sempre atento aos assuntos ligados a educação na cidade, sobretudo, agora no momento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) resolveu questionar a Prefeitura Municipal se já possui um cronograma de distribuição do kit alimentação escolar neste mês. O requerimento dele poderá ser votado em única discussão, na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 8, a partir das 9h.

Além disso, dentro do mesmo documento, o parlamentar quer saber se o setor competente da municipalidade já comprou os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os servidores da pasta da educação encarregados de fazerem a entrega dos alimentos para as famílias de alunos. Segundo ele, por conta da Covi-19, fornecer esse tipo de material é de suma importância para assegurar a saúde dos funcionários e, ao mesmo tempo, dos próprios parentes de estudantes beneficiados.

O vereador salientou ainda que o período de quarentena, ou seja, de isolamento social está prestes a completar três meses, no entanto, o governo municipal só distribuiu  somente um mês o kit alimentação, o que acaba afetando o sustento das famílias contempladas. Ele acrescenta também que na primeira remessa de alimentos (pequena cesta básica) além de bastante lenta, a ação apresentou inúmeros problemas relacionados à logística. Por isso, Renatinho espera que desta vez ocorra tudo certo.

Propositivo, o vereador decidiu propor ainda que o Poder Executivo aproveite o mesmo sistema de entrega do kit alimentação para junto também distribuir os uniformes escolares que já encontram-se disponíveis nas unidades de ensino. De acordo com ele, a medida se faz mais do que necessária levando em consideração, principalmente, esse período de frio. A recomendação dele poderá ser lida na próxima segunda-feira. Depois, a indicação será encaminhada para as providências cabíveis.

Por Pedro Ferreira, em 05/06/2020.