Cobrada, Prefeitura Municipal divulga despesas até agora para conter o coronavírus

Cobrada, Prefeitura Municipal divulga despesas até agora para conter o coronavírus

Questionada por meio de um requerimento pelo vereador Renato Ramos de Souza (PSDB), o Renatinho Se Ligue (foto), a Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos informou que até o último dia 11 do corrente já empenhou a cifra de R$6,1 milhões em ações de saúde e de outras despesas para ajudar pessoas em vulnerabilidade social objetivando atenuar os efeitos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Enfim, o dinheiro encontra-se destinado, porém, não quer dizer que foi efetivamente aplicado ainda.

De acordo com a pasta da Fazenda, dessa quantia R$5,1 milhões são voltados a contratação da organização social em gestão de saúde Instituto de Apoio a Políticas Públicas (IAPP) para gerenciar, operacionalizar e executar medidas preventivas visando controlar o avanço da doença na cidade. Muito embora não faça nenhuma alusão clara, o montante estipulado destina-se ao hospital de campanha que está sendo instalado no Ginásio Municipal Professor Adão Dias dos Santos, no Jardim Santa Rosa.

Além disso, a municipalidade celebrou termo aditivo 001/2020 no valor de R$19,8 mil com a empresa Richard Engenharia e Construção para fazer a recomposição dos sistemas de prevenção de combate a incêndio no ginásio citado acima, ou seja, para adaptar o espaço para o centro de enfrentamento à Covid-19, o hospital de campanha. O complexo terá dez Centros de Terapia Intensiva (CTIs), 20 leitos para pacientes leves e moderados e uma área de triagem contendo 50 poltronas para a medicação rápida.

 A unidade funcionará das 7h às 22h e será uma das únicas no Estado de São Paulo a receber pacientes com suspeitas da virose na porta, além dos encaminhados por postos de saúde. Para instalar o hospital provisório por quatro meses podendo ser prorrogado a depender do controle da pandemia, o governo municipal gastou ainda R$17 mil com a empresa W& Macedo Elétrica para cuidar da parte de iluminação no complexo temporário que poderá começar as suas atividades nas próximas semanas.

Ainda dentro do pacote de ações para evitar o contágio da Covid-19, a administração assinou o termo aditivo 001/2020, de R$182 mil, com a empresa TP Produções Importação e Exportação para a compra de dois mil testes rápidos para detectar ou não a presença da doença em munícipes suspeitos. O Poder Executivo contratou também um serviço de locação para a divulgação de campanha de orientação nas ruas por R$3.375,00.

                                                           Abrigo

E, finalmente, a municipalidade contratou a empresa LC de Lima Silva Saúde e Educação, por R$114 mil para cuidar do centro de acolhimento provisório de moradores de rua no ginásio de esportes da Emeb Professora Primorosa Jorge do Nascimento, na Vila Santo Antônio. O local que oferece dormida, alimentação e banho possui 50 leitos. A Prefeitura Municipal esclarece ainda que o critério escolhido para os processos de compra de itens supracitados é o de menor preço.

Por Pedro Ferreira, em 15/05/2020.

Compartilhe nas Redes Sociais:
Fechar Menu