Hospital Regional está preparado para atender casos suspeitos de coronavírus, diz diretor

Hospital Regional está preparado para atender casos suspeitos de coronavírus, diz diretor

O diretor-geral do Hospital Regional Dr. Osíris Florindo Coelho, em Ferraz de Vasconcelos, Luiz Antônio do Nascimento (foto) disse que a unidade está preparada para tratar de casos suspeitos de coronavírus. Segundo ele, o governo estadual tem fornecido todo o protocolo de atendimento necessário. Além disso, o médico anunciou que pretende fazer uma reunião com o pessoal da Vigilância Epidemiológica da cidade para definir uma atuação conjunta, nos próximos dias.

O assunto foi discutido durante audiência  (foto) promovida pela Comissão Permanente de Saúde, Educação, Cultura, Lazer e Turismo (CPSECLT) da Câmara Municipal, no centro, nesta terça-feira, dia 3. No encontro mediado pelo presidente do colegiado, vereador Renato Ramos de Souza (Cidadania), o Renatinho Se Ligue  foi abordado, principalmente, o atendimento diário no Hospital Regional e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

De acordo com Luiz Antônio que já foi secretário municipal de saúde de Ferraz por duas vezes, a política nacional de saúde estabelece que a atenção primária é de responsabilidade da municipalidade e, portanto, o paciente só deve procurar o Regional para cuidar de doenças de média e alta complexidade. “Hoje, estatisticamente, mais de 80% dos casos atendidos no Hospital seriam uma obrigação dos postos de saúde, mas esses locais não estão aptos para fazer o pronto atendimento”, explica. Por dia, o Regional atende mais de 500 usuários.

O especialista sugere então como alternativa viável o governo municipal fechar parceria com o Palácio dos Bandeirantes para implantar uma Assistência Médica Ambulatorial (AMA), na cidade, ou com a União para instalar uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h, como fez a capital paulista. Em todo caso, para tentar melhorar a relação, isto é, a troca de experiências entre a Secretaria Municipal da Saúde e o Hospital Regional será criada uma comissão técnica.

Aliás, a primeira reunião do grupo de trabalho a ser formado por cinco representantes da pasta local e cinco do Hospital Regional já foi agendada para o dia 30 do corrente, às 9h, na sede da SMS, na Rua Santa Catarina, 35, na Vila Romanópolis. O Conselho Municipal de Saúde (Comus) também deve participar da comissão técnica. Em geral, as autoridades de saúde local têm consciência da importância de estreitar os laços e mostrar para o usuário do sistema que o posto de saúde é a porta de entrada. Renatinho (centro) considerou o encontro positivo e agradeceu a presença de todos.

                                                     Pediatria

Na audiência, o diretor do Hospital Regional anunciou ainda que o atendimento no Pronto Socorro (PS) Infantil deverá ser reaberto até junho deste ano. O serviço será operado de forma terceirizada pela Santa Casa de Birigui (SP) ganhadora do chamamento público feito, na segunda-feira, dia 2. “Enfim, os trâmites finais serão concluídos nesta quarta-feira quando o nosso pessoal verifica toda a documentação apresentada pela Organização Social (OS)”, conclui Luiz Antônio.

Por Pedro Ferreira, em 03/03/2020.

Compartilhe nas Redes Sociais:
Fechar Menu