Fabinho comemora inauguração de creche municipal na Vila Santa Margarida

Fabinho comemora inauguração de creche municipal na Vila Santa Margarida

O vereador Luiz Fabio Alves da Silva (MDB), o Fabinho (1º esq)) era só alegria durante a cerimônia de inauguração da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Maria Madalena Correia, no Jardim Luiz, na região da Vila Santa Margarida, na terça-feira, dia 11. A solenidade reuniu ainda o prefeito, José Carlos Fernandes Chacon (Republicanos), o Zé Biruta, o presidente da Câmara Municipal, Agílio Nicolas Ribeiro David (PSB), demais vereadores, secretários municipais, o ex-prefeito, Valdemar Marques de Oliveira Filho,  o Dema, educadores e munícipes.

Convidado para falar em nome do Legislativo, Fabinho fez questão de destacar a amizade construída desde a sua infância com a família da dona Maria Madalena que agora eterniza o seu nome na denominação da creche que vai atender 70 crianças de zero a três de idade. Aliás, Fabinho é autor do texto que homenageou a saudosa moradora da Vila Santa Margarida, em 2012. Assina também a matéria os ex-vereadores Silas Faria de Souza, o Pastor Silas, Vagner Vallet Ninck e José Izidro Neto.

No evento, Fabinho também reconheceu a seriedade de atual gestão da cidade, já que tratava-se de uma obra iniciada há mais de oito anos atrás e, portanto, abandonada por governos anteriores. “Na verdade, aqui neste local, antes existia um lixão e depois de muita luta, finalmente, as mães de família de vários bairros da Vila Santa Margarida têm um lugar para deixar seus filhos”, diz Fabinho. Além disso, Fabinho aproveitou a ocasião para pedir a instalação de mais uma creche no bairro, assim como, reiterou a construção de um centro de fisioterapia, em breve.

Emocionado, coube ao ex-vereador por dois mandatos (2009 a 2016) e atual secretário municipal de Transportes e Mobilidade Urbana, Antônio Carlos Alves Correia, o Tonho (foto) agradecer as autoridades locais por homenagear a sua querida e saudosa mãe, uma mulher exemplar e sinônimo de amor ao próximo. Segundo ele, a creche vai representar um grande alívio para o cotidiano de mães residentes na Vila Santa Margarida. “Estou, duplamente, feliz por ter a pessoa mais importante da minha vida reconhecida e pelo nosso bairro ganhar uma creche”, salienta Tonho.

                                              Ampliação

Por sua vez, Zé Biruta (4º esq)) disse que concluir o prédio da creche era uma obrigação do seu governo e manifestou o desejo de continuar reduzindo a alta demanda por creche na cidade. Para ele, como o Poder Executivo possui pouco dinheiro para investir e a saída está sendo priorizar alguns setores como, por exemplo, o da educação infantil. Por isso, em parceria com a iniciativa privada, ele pretende ofertar mais de 500 vagas em creche até o final de sua gestão em 31 de dezembro do corrente. Hoje, estima-se uma demanda reprimida de cerca de quatro mil vagas.

Por Pedro Ferreira, em 13/02/2020.

Compartilhe nas Redes Sociais:
Fechar Menu