You are currently viewing Emenda de Eliel Fox obriga Prefeitura fazer a manutenção predial do posto de saúde na Santo Antônio

Emenda de Eliel Fox obriga Prefeitura fazer a manutenção predial do posto de saúde na Santo Antônio

Cuidar da manutenção periódica da estrutura física de prédios públicos é uma obrigação de qualquer gestor, porém, em Ferraz de Vasconcelos, essa incumbência administrativa parece não ser levada ao pé da letra pela atual administração da cidade. Por isso, o vereador Eliel de Souza (PL), o Eliel Fox (centro) apresentou uma emenda impositiva ao orçamento para 2020 destinando R$150 mil para reparos no posto de saúde, na Vila Santo Antônio.

A decisão do vereador foi aprovada, por unanimidade, na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 2. Além disso, o plenário da Câmara Municipal votou mais 35 emendas obrigatórias ao texto original do Poder Executivo. Por sua vez, a matéria principal da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o que vem poderá ser apreciada em primeiro turno na próxima segunda-feira, dia 9, a partir das 18h. Em 2020, a Prefeitura Municipal prevê uma receita de R$347,5 milhões.

Por outro lado, Eliel Fox disse que lamenta profundamente o fato de o governo local não realizar a conservação não somente a do prédio que abriga a Unidade Básica de Saúde (UBS), na Vila Santo Antônio, mas o restante dos espaços públicos em geral. Para ele, ao se comportar desta maneira, o atual gestor da cidade demonstra toda a sua incapacidade administrativa para gerenciar o município, isto é, o chefe do Poder Executivo não exercita o mínimo do que poderá ser tida como uma gestão eficiente.

No caso específico da falta de manutenção predial na UBS Santo Antônio, Eliel Fox acrescentou ainda que o problema se arrasta há anos, apesar da cobrança constante de vereadores, sobretudo, de sua autoria, já que todos os dias os funcionários e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) clamam por providências, porém, até a presente data em vão. Em compensação, como a emenda apresentada tem caráter obrigatório no ano que vem, a administração da cidade não terá como evitar a obra.

Por Pedro Ferreira, em 06/12/2019.