Secretário rebate vereador e promete liberar dinheiro até dezembro

Secretário rebate vereador e promete liberar dinheiro até dezembro

Em resposta as críticas proferidas pelo vereador de Ferraz de Vasconcelos, Flavio Batista de Souza (PTB), o Inha, na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 07, o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi (foto) disse que o governo paulista vai cumprir o convênio assinado, em fevereiro deste ano, ou seja, liberar a verba de R$6 milhões para a cidade do Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento (Fumefi). O dinheiro destina-se a obras de infraestrutura urbana.

Para o secretário estadual, ao contrário do que afirmou o parlamentar ferrazense, o Palácio dos Bandeirantes não fez o bloqueio dos recursos citados acima os quais o município de Ferraz de Vasconcelos faz jus. “Não sei de onde o vereador tirou esse tipo de informação”, explica Marco Vinholi. O secretário acrescentou ainda que o governo estadual possui até o dia 31 de dezembro do corrente para honrar o compromisso assumido no começo de 2019.

Além disso, Marco Vinholi colocou-se à disposição de Inha para, com isso, esclarecer quaisquer dúvidas sobre o processo de liberação dos R$6 milhões. Além de Ferraz de Vasconcelos, mais 15 cidades paulistas, entre elas, Itaquaquecetuba e Biritiba Mirim têm direito a receber recursos do Fumefi no valor total de R$59 milhões. Desse montante, mais de R$30 milhões deveriam ter sido repassados, no ano passado. Os 16 municípios beneficiados possuem um forte passivo social, ou seja, são carentes.

Em todo caso, talvez seja justamente essa lentidão do governo estadual para mandar a verba para Ferraz de Vasconcelos e, ao mesmo tempo, não fornecer nenhum tipo de explicação do atraso que motivou o pronunciamento do vereador Inha. Afinal de contas, não faz muito sentido, a Prefeitura Municipal e o Palácio dos Bandeirantes  assinarem um acordo no início do ano e os recursos só serem repassados após mais de dez meses. Para Inha (foto), a cidade tem pressa para manter as suas ruas e avenidas.

Por Pedro Ferreira, em 10/10/2019.

Compartilhe nas Redes Sociais:
Fechar Menu