Squizato denuncia o descarte irregular de lixo orgânico no centro

Squizato denuncia o descarte irregular de lixo orgânico no centro

Depois de denunciar na tribuna da Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos, na segunda-feira, dia 15, o descarte de lixo orgânico por estabelecimentos comerciais que vendem alimentos em qualquer local e horário, principalmente, na Praça da Independência, no centro, o vereador Claudio Roberto Squizato (PSB) resolveu questionar a Prefeitura da cidade sobre o assunto. O requerimento dele (foto) poderá ser votado em única discussão no próximo dia 22, a partir das 18h.

Na prática, o socialista vai cobrar da municipalidade qual o horário que sendo coletado o lixo orgânico produzido por comércios situados na região central e se existe processo de fiscalização quanto ao cumprimento de horários e locais a serem depositados os restos de comida. Além disso, Claudio Squizato pede ainda em caso positivo o envio de cópias de notificações feitas e de possíveis autos de infrações aplicados aos “fast-foods” que desobedecem à legislação municipal referente ao tema.

Para ele, o que vem sendo realizado por restaurantes é um verdadeiro absurdo que apenas contribui para provocar o descontentamento de outros comerciantes e de munícipes que passam por praças todos os dias. “Na realidade, o que está acontecendo na Praça da Independência é, no mínimo, uma indecência, já que à noite aquele lugar mais parece um lixão a céu aberto. No fundo, a municipalidade abandonou a região central da cidade a própria sorte e imagine a periferia”, critica Claudio Squizato.

Em outro requerimento, o vereador cobrará o cumprimento da lei nº 3.331/2018 que instituiu o Fundo Municipal de Proteção e Bem-Estar Animal (Fubem). A medida de sua autoria foi promulgada, em fevereiro deste ano, pela Mesa Diretora da Casa, após o plenário derrubar o veto total do Poder Executivo, porém, até a presente data a norma não saiu do papel. O texto prevê a abertura de uma conta bancária especifica e a criação do conselho-diretor do órgão para acompanhar o trabalho em prol de animais.

Por Pedro Ferreira, em 17/10/2018.

Compartilhe nas Redes Sociais:
Fechar Menu