You are currently viewing Renatinho exige cronograma da troca de lâmpadas e valor da CIP

Renatinho exige cronograma da troca de lâmpadas e valor da CIP

Na última segunda-feira, dia 13, o vereador Renato Ramos de Souza (PPS), o Renatinho Se Ligue (dir) apresentou um requerimento durante a sessão ordinária, onde cobrou o destino do valor arrecadado com a Contribuição de Iluminação Pública (CIP), e quais providências a Prefeitura Municipal vem tomando para tirar a cidade da escuridão.

De acordo com o requerimento, a administração da cidade não criou nenhum programa de iluminação pública, em 2017, mesmo estando com diversos bairros completamente às escuras. O documento informa ainda que os munícipes contribuem com a taxa CIP todos os meses, uma vez que a tributação é realizada na fatura da conta de energia elétrica.

No documento, Renatinho questiona o Executivo em relação a quantos pontos de iluminação já receberam manutenção ou tiveram a reposição de lâmpada ou reator, quantos reatores e lâmpadas a Prefeitura possui em estoque, e se um levantamento foi realizado para apurar qual a necessidade de compra de materiais de manutenção, para suprir a demanda do município.

Segundo Renatinho, é de extrema importância saber onde o valor arrecadado está sendo investido, pois já são um ano e oito meses de arrecadação sem resultado. “A taxa é cara e o serviço tem de ser oferecido. A cidade estando escura impossibilita os munícipes de sair na rua a noite por medo da criminalidade, que é a única beneficiada com essa situação”, relatou o parlamentar.

                                                                             Montante

Ainda no requerimento, foi questionado se existe algum processo licitatório para a compra de lâmpadas e reatores, bem como, quais valores foram arrecadados, no ano passado, com a cobrança da CIP e qual a previsão de arrecadação para 2018. “Nós sabemos que dinheiro não é o problema no caso da iluminação pública, mas sim, a não utilização dele. A arrecadação ocorre todos os meses, o que gostaríamos de entender, é o motivo da Prefeitura não o gastar, principalmente quando a cidade se encontra na situação que está hoje, totalmente apagada”, finalizou Renatinho.

Na quarta-feira, dia 15, o parlamentar esteve ainda com o diretor de Serviços Urbanos, João Paulo Rodrigues Pereira (costa), quando questionou a existência de um cronograma para a realização das manutenções e com o diretor da Coordenadoria Técnica de Iluminação Pública (Ctip), Daniel Lenharo, solicitando celeridade no processo de realização dos serviços de reparo. Anteriormente, Renatinho Se Ligue pediu planejamento da operação tapa-buraco desencadeada na cidade.

Por Pedro Ferreira e assessoria do vereador, em 17/08/2018.