You are currently viewing Eliel apoia moradores por regularização fundiária da Fazendinha

Eliel apoia moradores por regularização fundiária da Fazendinha

O vereador Eliel de Souza (PR), o Eliel Fox (foto) resolveu entrar na briga para ajudar os moradores da ocupação irregular conhecida, popularmente, como a Fazendinha, na Vila Ayda, na região da Vila Santo Antônio, em Ferraz. No fundo, ele quer saber da Prefeitura da cidade se existe algum projeto de regularização fundiária urbana da área e, ao mesmo tempo, se há em tramitação processo judicial e em caso positivo em qual estágio se encontra.

O requerimento dele a municipalidade poderá ser aprovado em única discussão na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 25, a partir das 18h. No documento, Eliel Fox afirma que a ocupação aconteceu há mais de 15 anos e, na atualidade, mais de 100 famílias residem no local. Com isso, estima-se a presença de mais de 500 pessoas morando na Fazendinha. Por outro lado, por ser um lugar não legalizado, os seus habitantes não pagam impostos e taxas municipais.

Em compensação, os moradores também não têm acesso à água tratada fornecida pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Segundo consta, a área ocupada chegou a ser desapropriada pelo Poder Executivo na segunda gestão do então prefeito, Jorge Abissamra (PSB), o Dr. Jorge, justamente, para evitar o processo de reintegração de posse movido pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Na época, o gestor local propôs a troca do terreno por outro paralelo à linha férrea, na Vila Mariana, próxima a divisão com Guaianases. Na ocasião, a intenção da administração municipal seria remover as famílias da área de risco e levar elas dentro do programa Morar Bem II para as “casinhas”, na Vila São Paulo ainda, hoje, não concluídas. Por sua vez, no lugar das residências demolidas, passaria a chamada Perimetral da Copa interligando a zona leste da capital a Mogi das Cruzes.

Por Pedro Ferreira, em 21/06/2018.