You are currently viewing Squizato quer pente-fino da revitalização do Nosso Recanto

Squizato quer pente-fino da revitalização do Nosso Recanto

Único espaço público da cidade medindo mais de 50 mil metros de extensão, o Parque Municipal Dona Assunta, o Nosso Recanto, no Jardim Pérola, em Ferraz de Vasconcelos, sempre desperta a atenção de frequentadores e de autoridades, já que a área de lazer (foto) exige cuidados periódicos por parte da municipalidade. Aliás, a última reforma do local aconteceu na gestão anterior. Por isso, o vereador Claudio Roberto Squizato (PSB) resolveu solicitar informações sobre as obras de revitalização, na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 29.

Na verdade, o vereador pede que a Câmara Municipal seja comunicada dos últimos contratos lavrados entre o governo municipal e empresa particular para a realização de reforma no Parque Municipal Nosso Recanto. Além disso, ele quer saber o valor do dinheiro investido, os serviços que a firma vencedora deveria fazer no lugar e como foi efetuado o processo de licitação da empresa responsável pelos trabalhos de conservação. O requerimento inclui ainda o envio de cópias do contrato com a construtora e de notas fiscais.

No documento, Claudio Squizato cobra também o encaminhamento de cópias da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) do engenheiro que cuidou das obras, na época, das requisições dos pagamentos assinadas pelo então secretário municipal de Obras, assim como, das medições realizadas com a devida aprovação do agente público. Por fim, o vereador questiona a Prefeitura da cidade para pedir cópia do livro de ponto dos funcionários contratados pela empresa e da lista de trabalhadores com registro em carteira, na ocasião, dos serviços de revitalização e do contrato social da firma.

De acordo com o parlamentar (foto), o seu pedido de informações visa dar mais transparência  por parte da administração da cidade quanto à prestação de suas contas e, principalmente, em relação à obrigatoriedade de se investir o montante justo por serviços executados por terceiros. Em suma, apresentar a população em geral o resultado de tudo aquilo que fora feito após a conclusão das obras. “Na realidade, o cidadão que paga os seus impostos tem interesse em saber onde e como a verba pública é aplicada pelo Poder Executivo”, finaliza Claudio Squizato.

Por Pedro Ferreira, em 31/05/2017.