You are currently viewing No 1º semestre, Câmara contabiliza 577 propostas

No 1º semestre, Câmara contabiliza 577 propostas

Sede da Câmara Municipal na Avenida D. Pedro II, 234, no centroNo primeiro semestre deste ano, os vereadores de Ferraz de Vasconcelos apresentaram 458 indicações para a administração da cidade e aprovaram 75 requerimentos em sua maioria para o governo municipal e 13 projetos de leis sendo cinco de autoria de deles, 10 moções, seis da Mesa Diretora e revogaram dois. Além disso, o plenário votou 21 matérias do Poder Executivo. Com isso, a produção global da Casa (foto) no período atingiu a 577 propostas.

Da parte dos parlamentares, os principais destaques são os textos da Semana de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual Infanto-juvenil, do vereador Willians Santos (PTB), o Willians do Gás, da disponibilização de cópias da Lei Maria da Penha em repartições públicas, de Cláudio Ramos Moreira (PT) e o da Campanha de Incentivo ao Cultivo da Citronela e da Crotalária como métodos naturais de enfrentamento e prevenção a dengue, de Aurélio Costa de Oliveira (PPS), o Aurélio Alegrete.

Por sua vez, as duas leis revogadas tratam da autorização do transporte de animais de pequeno porte em coletivos e da generalização de assentos especiais para idoso, gestantes e pessoas com deficiência, em ônibus coletivos locais, do vereador Edson Elias Khouri (PSB), o Edson Cury. Para o autor, na prática, as duas normas não alcançaram o seu objetivo tornando-se, portanto, ineficientes. Por isso, ele decidiu pedir a sua revogação.

Do Poder Executivo, a matéria mais relevante diz respeito à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2017. O texto prevê uma arrecadação da ordem de R$306,5 milhões, contra R$281,8 milhões este ano. Além disso, ficaram pendentes três projetos de lei do governo municipal, sendo o principal deles o que dispõe sobre o novo Plano Diretor da cidade. No fundo, a expectativa é que a proposta seja aprovada pelo plenário até outubro do corrente.

Por Pedro Ferreira.