You are currently viewing Indústrias podem ganhar incentivos para superar a crise econômica

Indústrias podem ganhar incentivos para superar a crise econômica

Vereador Aurélio Alegrete (PPS) propõe a concessão de incentivos fiscais a indústriasComo saída para, no mínimo, atenuar os impactos da forte crise econômica porque passa o País, a Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos poderá conceder incentivos fiscais a empresas instaladas na cidade. A provável adoção de medidas favoráveis a firmas locais para continuarem produzindo e gerando emprego e renda foi proposta pelos vereadores (foto) Aurélio Costa de Oliveira, o Aurélio Alegrete e Antonio Carlos Alves Correia, o Tonho, ambos do PPS, na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 09.

Para Aurélio Alegrete, os projetos de incentivos fiscais podem abranger, por exemplo, a redução de parte do valor ou até mesmo a isenção total por um determinado período da cobrança de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e de Imposto Sobre Serviços (ISS). Além disso, a dupla de vereadores socialistas propõe ainda que o município possa abrir mão de um percentual a se definido dos 25% a que tem direito do repasse mensal do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Segundo Aurélio Alegrete, essa última modalidade de estímulo à indústria já vem sendo praticada por algumas cidades situadas na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). “O próprio governo estadual oferece um programa permitindo viabilizar esse modelo de incentivo fiscal”, comenta. Ainda, de acordo com ele, a concessão de benefícios fiscais seria uma alternativa muito importante para estancar a atual crise econômica e, com isso, frear a onda de desemprego em massa como acontece no momento.

Vereador Tonho (PPS) apoia estímulos fiscais a indústrias ferrazensesAlém disso, na segunda-feira, Aurélio Alegrete e Tonho (foto) pediram ainda para o governo municipal fazer um recadastramento de empresas que já receberam algum tipo de benefício fiscal e, ao mesmo tempo, realizar novos estudos para conceder medidas semelhantes. Já para qualificar a mão de obra, a dupla de vereadores sugeriu ao Poder Executivo o fechamento de convênios ou parcerias com universidades ou entidades educacionais objetivando a oferta de cursos profissionalizantes gratuitos a munícipes locais.

Por Pedro Ferreira.