Prefeito afastado retira cópia da denúncia na Comissão Processante

Prefeito afastado retira cópia da denúncia na Comissão Processante

Prefeito afastado de Ferraz de Vasconcelos, Acir Filló (sem partido))Um dia após ser notificado de forma extrajudicial, o prefeito afastado de Ferraz de Vasconcelos (foto) Acir Filló dos Santos (sem partido), o Acir Filló, retirou cópia da denúncia contendo mais de 696 páginas por intermédio do seu advogado Thiago Silva Machado junto a Comissão Processante (CP) da Câmara Municipal nesta quinta-feira, dia 07. Ele está sendo investigado por uma suposta irregularidade na contratação por R$672,5 mil de uma empresa de call center para prestar serviço a municipalidade, em 2013.

Com isso, agora o prefeito afastado tem um prazo de dez dias contados a partir de quarta-feira, dia 06, para apresentar a sua defesa prévia por escrito, indicar provas e arrolar até dez testemunhas de defesa. Passado esse período, a comissão deverá emitir um parecer preliminar dentro de cinco dias opinando pelo acatamento ou não da denúncia formulada em 15 de fevereiro deste ano pelo vereador, Antonio Carlos Alves Correia (PPS), o Tonho. Em caso de continuação, o presidente da CP, vereador Luiz Fábio Alves da Silva (PMDB), o Fabinho, inicia de imediato a instrução processual.

De acordo com o Decreto-Lei n 201/67, o trabalho da referida comissão precisará ser concluído dentro de 90 dias improrrogáveis. Neste caso, o período de vigência tem como data inicial o dia 06 do corrente. Para Fabinho, o grupo investigatório busca tão somente comprovar a veracidade da denúncia e, ao mesmo tempo, tudo está sendo feito dentro da mais perfeita legalidade. “Faremos uma apuração transparente e isenta de qualquer pressão de quem quer que seja. Em suma, ao final saberemos com quem estar à verdade”, diz Fabinho.

Presidente da Comissão Processante (CP), Fabinho (PMDB)O vereador foi eleito por sorteio, na segunda-feira, dia 04, para participar da comissão. Depois, por consenso,  acabou sendo o escolhido para presidir o grupo. Na prática, ele substituiu o parlamentar Willians Santos (PTB), o Willians do Gás que renunciou ao cargo alegando problema de foro íntimo. Além de Fabinho (foto) também integra a comissão, o relator Aurélio Costa de Oliveira (PPS), o Aurélio Alegrete e o membro, Luiz Tenório de Melo (PR). Antes da escolha de Fabinho, a vereadora Ana Acilda Alves da Silva (PV), a Ana do PV, preferiu declinar da vaga por ter feito parte da administração na gestão do prefeito afastado.

Por Pedro Ferreira.

Compartilhe nas Redes Sociais:
Fechar Menu