You are currently viewing Prefeito em exercício pede adiamento de audiências públicas

Prefeito em exercício pede adiamento de audiências públicas

Prefeito em exercício, Izidro Neto (PMDB) solicita adiamentos de audiências públicasA audiência pública para tratar sobre a prestação de contas das metas fiscais do 3º quadrimestre do ano passado pela Secretaria Municipal da Fazenda de Ferraz de Vasconcelos, na Câmara Municipal, precisou ser adiada por pedido do prefeito em exercício (foto) José Izidro Neto (PMDB). A reunião seria feita no último dia 25, mas, o chefe do Poder Executivo alegou que os técnicos contábeis e administrativos estão concluindo os lançamentos para consolidar os balanços orçamentários de 2015.

Na presente solicitação de mudança da data da audiência pública encaminhada para o presidente do Legislativo, vereador Roberto Antunes de Souza (PMDB), no dia 22, Izidro Neto informa ainda que esses contratempos encontrados no período estão sendo corrigidos de forma gradual buscando, com isso, atenuar o acúmulo do expediente do quadrimestre supracitado. A audiência pública é de responsabilidade da Comissão Permanente de Orçamento, Finanças e Contabilidade (CPOFC).

No caso específico técnicos da municipalidade que atuam nas áreas contábeis e administrativas têm a missão de finalizar dentro do possível os lançamentos de dados de processos licitatórios e contábeis com a finalidade de equacionar os balanços orçamentários, financeiros e patrimoniais do exercício de 2015. Na realidade, o pedido de alterações nas datas de audiência pública tem sido uma rotina na atual administração da cidade.

Por causa das mesmas razões justificadas acima, a Comissão Permanente de Saúde, Educação, Cultura, Lazer e Turismo (CPSECLT) da Casa não pôde promover a sua audiência pública para avaliar a aplicação de recursos no setor da saúde em relação ao 3º quadrimestre do ano passado, na sexta-feira, dia 26. Com isso, a exemplo das metas fiscais, a prestação de contas da saúde ficará para ser realizada no momento oportuno, em breve.

Por Pedro Ferreira.