You are currently viewing Linha de ônibus Vila São Paulo/Regional volta a funcionar

Linha de ônibus Vila São Paulo/Regional volta a funcionar

Vereador Cícero do Gás (PROS) cobra operação tapa-buraco na Vila São PauloDepois de quase uma semana suspensa, a linha de ônibus da região da Vila São Paulo até o Hospital Regional Dr. Osíris Florindo Coelho, na Vila Corrêa, em Ferraz de Vasconcelos, voltou a funcionar na terça-feira, dia 22, à noite. O retorno da linha de ônibus foi acertado graças à intervenção política dos vereadores Cícero Rodrigues da Silva (PROS), o Cícero do Gás (foto) e Walter Marsal Rosa (PROS), o Valtinho do Ipanema (foto-abaixo).

Na realidade, para evitar o protesto já programado de moradores, os dois parlamentares foram até a empresa concessionária Radial, na terça-feira, dia 22. Na oportunidade, eles conversam com o responsável senhor Carlos e, com isso, ficou decidido que a linha de ônibus voltaria a operar ainda na mesma data, o que, de fato, acabou acontecendo.

De acordo com o Cícero do Gás e Valtinho do Ipanema, os munícipes já haviam feito um abaixo-assinado exigindo o retorno do funcionamento da referida linha de ônibus. Por isso, eles aproveitam para tranquilizar os usuários e, ao mesmo tempo, para agradecer a atitude da empresa Radial, que, de imediato, atendeu a justa reivindicação. “Em nome dos moradores o nosso muito obrigado”, dizem os dois vereadores.

Vereador Valtinho do Ipanema (PROS) cobra creche no bairroNum passado recente, por sua vez, alguns moradores situados nas proximidades do Hospital Regional tinham reclamado da presença de ônibus da empresa defronte as suas casas. Além disso, eles criticaram o excesso de barulho e sujeira. Na ocasião, os munícipes pediram o apoio do vereador, Claudio Ramos Moreira (PT) que cobrou providências a concessionária. Na época, o caso fora resolvido.

                                                           Estação

Além de moradores da Vila São Paulo que vinham sofrendo com a suspensão do atendimento da linha de ônibus, agora drama semelhante vivem os munícipes residentes no Cambiri e  nos Jardins Yone e São José, ou seja, eles foram afetados com a interrupção de linhas de ônibus até o Hospital Regional. No fundo, os coletivos partem dos bairros, porém, estão fazendo parada na estação ferroviária, no centro.

Por Pedro Ferreira.