You are currently viewing Quequê cobra a limpeza de calçadas na Vila São Paulo

Quequê cobra a limpeza de calçadas na Vila São Paulo

Vereador Quequê (PSDB) pede a manutenção de calçadas na Vila São PauloAs calçadas, guias e sarjetas da Rua Rolando Gothard Gustavo Kaesemodel Filho, na Vila São Paulo, em Ferraz de Vasconcelos, poderão passar por manutenção, em breve. A execução do trabalho de conservação da citada via pública está sendo proposta a Prefeitura Municipal pelo vereador (foto) Clenilson Lima Dias (PSDB), o Quequê. A reivindicação ocorreu por meio de uma indicação na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 14.

Além disso, o tucano pede ainda que o departamento competente da municipalidade proceda à limpeza, a pintura e a capinagem da densa vegetação situada ao final da Rua Rolando Kaesemodel, assim como, retire a montanha de entulhos que está no local servindo para o surgimento de animais nocivos a saúde humana de um modo geral. Segundo ele, trata-se de uma justa solicitação de moradores que não suportam conviver com tanta sujeira no seu entorno.

O vereador quer também que o governo municipal faça a limpeza e, ao mesmo tempo, realize reparos em toda a extensão da Travessa D. Pedro II, localizada na Vila São Paulo. No documento apresentado na sessão ordinária, Quequê assegura a presença de lixo e diversos pontos de erosão, o que só contribui para aumentar o tormento de munícipes. Por isso, ele acredita que o seu pedido em benefício dos habitantes será atendido o quanto antes pelo setor responsável da municipalidade.

Por fim, para ajudar na sensação de segurança pública ao cidadão, o parlamentar do PSDB sugeriu a troca de lâmpadas na Rua Padre Claudio Jung que interliga a Avenida Brasil, no centro, ao lado da Lixa Tatu. Na realidade, a maior preocupação consiste na existência de um ponto de ônibus próximo à referida via pública, no entanto, já na Avenida Brasil, em frente ao Centro de Convenções Haja Halim Abissamra. Na sugestão, Quequê alega que a parada de ônibus registra um grande fluxo de passageiros.

Por Pedro Ferreira.