You are currently viewing Pastor Nelson quer projeto para garantir acessibilidade

Pastor Nelson quer projeto para garantir acessibilidade

Vereador Pastor Nelson (PRB) indaga a Prefeitura por projeto de acessibilidadeMembro da Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CPDPD) da Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos, o vereador (foto) José Nelson Ferreira (PRB), o Pastor Nelson levantou um assunto importante para promover, de fato, a acessibilidade e a inclusão social de cidadãos com mobilidade reduzida em geral. Na realidade, o parlamentar apresentou uma indicação na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 26. O documento também é assinado pela maioria da Casa e recebeu elogios do seu presidente, Roberto Antunes de Souza (PMDB).

Na recomendação, o vereador solicita a Prefeitura Municipal para que elabore um projeto de lei a ser enviado para a apreciação do Poder Legislativo criando meios para, com isso, assegurar o acesso e a inclusão social de pessoas com deficiência a órgãos públicos locais, sobretudo, aos estabelecimentos de ensino administrados pela municipalidade e pela iniciativa privada. Segundo ele, hoje, a pessoa com mobilidade reduzida passa por verdadeiros apuros quando precisa se dirigir e locomover-se num departamento público ou particular de um modo geral.

Em relação à situação enfrentada pelo segmento em escolas, por exemplo, o Pastor Nelson classifica a estrutura física de prédios como inacessíveis e, portanto, servindo de motivo de constrangimento. Para piorar o quadro, o vereador chegou a dizer que por falta dessa acessibilidade tem alunos desistindo de frequentar unidades de ensino, no município, o que trata-se de um tema da mais alta gravidade e relevância. Enfim, ele acredita que algo de muito errado está acontecendo sem dúvida alguma por falha do poder público.

 Para resolver essa carência, o parlamentar revelou que basta somente o gestor público ter um pouco de vontade política citando, como modelo, o que vem sendo realizado pela Prefeitura Municipal de Santo André, no ABC paulista. De acordo com ele, naquela cidade, os munícipes com deficiência já são tratados de forma respeitosa pelo agente público. “No fundo, queremos que o nosso Poder Executivo comece a fazer o mesmo tipo de iniciativa, ou seja, a promover a inclusão social desses cidadãos, que, na verdade, não pedem nenhum tipo de favor”, conclui o Pastor Nelson.

Por Pedro Ferreira.