Jovem assiste pela 1ª a uma sessão ordinária da Câmara

Jovem assiste pela 1ª a uma sessão ordinária da Câmara

Auxiliar administrativa Karlla RodriguesInteressada pelo cotidiano do mundo político local, a auxiliar administrativa e portadora de deficiência física em decorrência de uma paralisia cerebral no seu nascimento (foto) Karlla Roberta Marcelino assistiu a sessão ordinária da Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos, na quinta-feira, dia 08, dentro do próprio plenário, a convite do presidente da Casa, vereador Roberto Antunes de Souza (PMDB). Na realidade, segundo ela, foi à primeira vez que teve a oportunidade de acompanhar de perto os trabalhos, porém, antes conhecia apenas alguns gabinetes.

Por isso, a moradora no Jardim Anchieta afirmou que a partir de agora pretende frequentar mais vezes a sede do Poder Legislativo ferrazense e, sobretudo, passar a assistir tudo o que ocorre durante o desenrolar da sessão ordinária. Esse gosto declarado pelos assuntos políticos municipais é um reflexo do seu engajamento com o segmento da pessoa com deficiência de um modo geral, mas, principalmente, na cidade, que, por final, muito pouco ou quase nada oferece de acessibilidade à pessoa cadeirante.

Por sua vez, justamente, por precisar locomover-se em uma cadeira de rodas, a auxiliar administrativa deve sentir na própria pele todos os dias as dificuldades inerentes à carência de mobilidade urbana visível no município. No fundo, a cidade ainda falha por não obrigar o cidadão, por exemplo, a cuidar bem da manutenção de sua calçada e, ao mesmo tempo, por também não possuir prédios públicos adequados para que a pessoa com deficiência possa circular sem obstáculos no meio do caminho.

Para acabar com essa triste realidade, Roberto de Souza aproveitou para pedir desculpas não somente a jovem cadeirante que deu a honra de prestigiar a sessão ordinária da Casa, no entanto, a todos os cidadãos com deficiência, tendo em vista, que a atual sede do Poder Legislativo situado na Avenida D. Pedro II, 234, no centro, também não dispõe das mínimas condições de acessibilidade. Em contrapartida, o futuro prédio em construção na Rua Deputado Queiroz Teles, na Vila Romanópolis terá todos os requisitos voltados ao trânsito livre de moradores com mobilidade reduzida. Em nome da Câmara, ele agradeceu a visita da jovem cadeirante, Karlla Marcelino.

Por Pedro Ferreira.

Compartilhe nas Redes Sociais:
Fechar Menu