You are currently viewing Henrique pede operação tapa-buraco no Jardim San Giovani

Henrique pede operação tapa-buraco no Jardim San Giovani

Vereador Henrique Marques (PPS) propõe tapa-buraco no Jardim San GiovaniAtendendo ao pedido de moradores, o vereador (foto) Henrique Marques (PPS) pediu a Prefeitura Municipal de Ferraz de Vasconcelos à realização da operação tapa-buraco na Rua Pernambuco, no Jardim San Giovani. A solicitação do parlamentar a municipalidade foi feita por meio de uma indicação na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 14. Segundo ele, a citada via pública está cheia de buracos e, portanto, causando sérios transtornos a motoristas e pedestres.

O vereador do PPS também cobrou da administração da cidade a colocação de uma lombada na altura do número 50 da Rua Mato Grosso localizada no Jardim Bela Vista. A instalação do redutor de velocidade pretende proibir o desrespeito à legislação brasileira de trânsito por motoristas que por ali trafegam com seus automóveis. No fundo, o pedido quer evitar a ocorrência de acidente que pode ferir a integridade física do cidadão e, ao mesmo tempo, danificar o patrimônio em geral.

Henrique Marques também propôs ao governo municipal proceder à limpeza e a consequente manutenção de um córrego situado nos fundos da Rua Stélio Machado Loureiro, principalmente, no trecho compreendido entre os números 114 a 116, na região central da cidade. A falta de conservação está contribuindo para aumentar a vegetação, assim como, causando enchentes, exalando mau cheiro e com o surgimento de animais nocivos a saúde.

Presidente da Comissão de Assuntos Relevantes (CAR) criada, em 2013, para promover o acompanhamento necessário junto ao governo estadual visando à implantação do chamado Corredor Metropolitano Alto Tietê que pretende interligar a cidade de Ferraz de Vasconcelos até Arujá, passando ainda por Poá e Itaquaquecetuba, o vereador Henrique Marques apresentou um requerimento para prorrogar por mais 90 dias o prazo de funcionamento do grupo de vereadores. O texto foi aprovado, por unanimidade, pelo plenário da Casa.

Por Pedro Ferreira.