Depois de anos, moradores  vão receber carta em casa

Depois de anos, moradores vão receber carta em casa

Vereador Valtinho do Ipanema (PROS) sana problema de moradores do Parque AtlãntidaApós mais de dois anos de espera, finalmente, as mais de 540 famílias residentes no loteamento Parque Atlântida, na região da Vila Jamil, em Ferraz de Vasconcelos, vão poder passar a receber correspondências em casa pelos Correios. Essa conquista em prol daqueles moradores é fruto da luta liderada pelo vereador (foto) Walter Marsal Rosa (PROS), o Valtinho do Ipanema, junto a Prefeitura Municipal e ao pessoal da agência local dos Correios.

Segundo ele, as primeiras providências foram cobradas ao secretário municipal da Administração, Arnaldo Antunes de Souza, por meio de um ofício datado de 27 de março de 2013. Na época, Valtinho do Ipanema já alertava a municipalidade pelo transtorno enfrentado por moradores do loteamento Parque Atlântida e, por isso, pedia uma solução para o problema. Por sua vez, ao acionar os Correios justificaram que não poderiam fazer a entrega de correspondências porque as casas não tinham números oficiais.

Em função dessa resposta, o vereador continuou insistindo perante a administração da cidade exigindo o cadastramento dos números oficiais das residências de moradores do Parque Atlântida. Agora, depois de muita cobrança, a Secretaria Municipal de Obras efetuou o fichário de números oficiais. O catálogo abrange as Ruas Maria José Bretas, Diana Rodrigues da Cunha, José Nelson Rodrigues e Silvino Corrêa e os trechos correspondentes a Avenida Imperial e a Luiz Antonio da Paiva. Para evitar ainda mais incômodo aos habitantes, à decisão foi comunicada aos Correios, na terça-feira, dia 1°.

Por outro lado, o vereador Valtinho do Ipanema acrescentou também que devido a esse problema resolvido a partir de agora, juntamente, com a sua equipe de colaboradores acabou avisando de porta em porta para que os munícipes fossem até a Prefeitura Municipal, na Vila Romanópolis para pegar os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) deste ano, porém, não conseguiu alertar a todos os moradores. Com isso, mais de 300 documentos ainda continuam na municipalidade. “Agora, com a oficialização dos números, os Correios devem entregar os carnês faltantes”, conclui Valtinho do Ipanema.

Por Pedro Ferreira.

Compartilhe nas Redes Sociais:
Fechar Menu