You are currently viewing Vila Margarida pode ganhar linha de ônibus até o Regional

Vila Margarida pode ganhar linha de ônibus até o Regional

Vereador Fabinho (PSDB) quer criação de linha de ônibus até RegionalAproveitando a cerimônia de anúncio para a instalação de 100 pontos de ônibus, em Ferraz de Vasconcelos, na sexta-feira, dia 20, no Palácio da Uva Itália, na Vila Romanópolis, o vereador (foto) Luiz Fábio Alves da Silva (PSDB), o Fabinho cobrou a criação de uma linha de ônibus partindo da região da Vila Santa Margarida até o Hospital Regional Dr. Osíris Florindo Coelho, na Vila Corrêa. Aliás, a colocação da linha de ônibus já é uma luta antiga do tucano.

Para ele, a futura linha de ônibus poderá beneficiar moradores de bairros como o Cidade Kemel, da Vila Jurema, e da Fazenda Itajuíbe, entre outros. “Trata-se de uma região bastante populosa da cidade que precisa fazer uma verdadeira peregrinação para ir até o Regional e vice-versa. Afinal, a falta de uma linha de ônibus os obriga a pagar duas tarifas”, aponta Fabinho. Com isso, o munícipe ganharia tempo e, mesmo tempo, economizaria dinheiro. Hoje, o usuário paga R$3,50 pela passagem.

Além de batalhar havia muito tempo pela criação da linha de ônibus Vila Santa Margarida/Hospital Regional, Fabinho também é um defensor intransigente junto ao Poder Executivo do chamado bilhete único no município. A pressão do tucano para que, de fato, a municipalidade coloque em prática o cartão ganhou forma, principalmente, nos últimos dois anos, quando o vereador presidiu a Câmara Municipal ate o dia 31 de dezembro do ano passado.

Segundo ele, a adoção do bilhete único pela empresa concessionária Radial visa permitir ao passageiro a oportunidade de pagar uma tarifa justa, isto é, de acordo com a sua condição financeira. O vereador disse ainda que o assunto já vem sendo tratado nos bastidores com o prefeito municipal, Acir Filló dos Santos (PSDB), o Acir Filló e, portanto, a implantação do bilhete único depende da vontade política do atual chefe do Poder Executivo em conjunto com o pessoal da Radial.

Por Pedro Ferreira.