You are currently viewing Rede básica realiza mais de 1,4 milhão de procedimentos

Rede básica realiza mais de 1,4 milhão de procedimentos

Audiência pública da Saúde no dia 27 de fevereiro de 2015A rede básica de Saúde de Ferraz de Vasconcelos produziu mais de 1,4 milhão de procedimentos durante todo o ano passado, contra um pouco mais de um milhão, em 2013. No total, em 2014, a pasta investiu R$61,1 milhões de recursos próprios, R$12,9 milhões de repasses federais e R$133 mil do governo estadual. Os dados foram divulgados pela Secretaria Municipal da Saúde na audiência pública (foto) do 3º quadrimestre do ano passado, na sexta-feira, dia 27, na Câmara Municipal, no centro.

Dos mais de 1, 4 milhão de procedimentos quase um milhão foram feitos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), com destaque para as da Vila São Paulo, com mais de 163 mil, Centro de Saúde (CS-II), no centro, com 134 mil e a da Vila Santo Antonio, com 130 mil. O restante da produção de serviços alcançada, em 2014, 248 mil referem-se a especialidades e 220 mil por intermédio de programas e convênios. Segundo o titular da pasta, Luis Claudio Rocha Guillaumon, o saldo positivo é fruto do trabalho pautado em metas. Ele agradeceu a oportunidade de poder prestar contas e a dedicação da equipe.

O secretário acrescentou ainda que a evolução favorável da produção, no ano passado, englobando a atenção básica, média e alta complexidade não reflete por completo o objetivo que é o de fazer 600 mil procedimentos em cada quadrimestre, ou seja, o sonho é chegar a mais de 1,8 milhão em 12 meses. Para tanto, Claudio Guillaumon cobra o apoio de todos os atores envolvidos nessa verdadeira missão que é promover a saúde pública. Por outro lado, ele admite a existência de falhas no setor, todavia, não trata-se de um privilégio vivido apenas no município.

Vereador Tonho (PSD), presidente da comissão de saúdeO presidente da Comissão de Saúde, Educação, Cultura, Lazer e Turismo (CPSECLT) da Casa (foto) Antonio Carlos Alves Correia (PSD), o Tonho, fez várias críticas a área da Saúde, tais como, a falta de material básico de uso contínuo, o matagal tomando conta da maioria de postos de saúde e a infiltração, sobretudo, na do Jardim São José. O vereador inclusive entregou a lista contendo as irregularidades ao secretário, que, por sua vez, agradeceu a colaboração e providências. O vice-presidente do Legislativo, Marcos Antonio Castello (SDD), o Ratinho e o petista Claudio Ramos Moreira também expressaram a sua preocupação com o setor de saúde local.

Por Pedro Ferreira.