You are currently viewing Professoras são homenageadas em nomes de escolas

Professoras são homenageadas em nomes de escolas

Vereador Fabinho (PSDB), faz homenagem a professorasA atual Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF), na Rua Prefeito Takume Koike, 77, no Núcleo do Itaim, em Ferraz de Vasconcelos, que faz parte do Sistema de Educação Integral de Ensino, popularmente, conhecida com Ediforp I passará a denominar-se de “EMEF Professora Maria Inês Batista Camilo Gurgel”. O texto de autoria do presidente da Câmara Municipal (foto) Luiz Fábio Alves da Silva (PSDB), o Fabinho, mas, assinado pelo restante da Casa foi aprovado em segunda e última discussão na sessão ordinária, no dia 24 de novembro passado.

A professora era filha do saudoso vereador, João Batista Camilo Neto e de Hilda de Freitas Camilo (in memorian). Formada em educação física, em 1998, pela Faculdade do Clube Náutico Mogiano, começou a sua carreira no bairro paulista de São Mateus, na zona leste, no final dos anos 70. Em Ferraz Vasconcelos, lecionou a matéria durante 15 anos na Escola Estadual Professora Olzanetti Gomes, na Vila Andeyara. Nos anos 90, forma-se em pedagogia pela Universidade Camilo Castelo Branco, a UniCastelo, em Itaquera. Faleceu, em 15 de novembro de 2012, aos 61 anos, vítima de acidente de carro, no interior do Rio de Janeiro.

Além disso, o plenário também votou em segundo turno matéria com a mesma finalidade e do mesmo autor, mas, voltada a dá novo nome a Ediforp II, na Rua Tapiras, 100, na Vila Santo Antonio, para “EMEF Professora Primorosa Jorge do Nascimento”. A homenageada iniciou a sua carreira, em 1969, na atual Escola Estadual Professora Ignês Correa Allen, na Vila das Nações. Em 1977, pediu transferência para a então Escola Estadual Antonio Bernardino Correa (ABC), hoje, Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF). Na unidade, atuou ainda como coordenadora e vice-diretora até a sua aposentadoria, em 1995. Morreu, em 13 de abril de 2014, de insuficiência cardíaca.

Para Fabinho, as duas professoras contribuíram para a formação de vários alunos e, ao mesmo tempo, ensinaram sempre o caminho do bem. “Trata-se de um momento de gratidão as nossas ilustres homenageadas”, diz. Ele agradeceu as famílias por emprestarem os nomes dos parentes às escolas da Prefeitura Municipal. Ex-estudantes da professora Primorosa Nascimento, os vereadores Clenilson Lima Dias (PSDB), o Quequê e Claudio Ramos Moreira (PT) enalteceram o legado deixado pela mestra. “A professora Primorosa foi um exemplo de vida para toda uma geração de alunos”, comentam Quequê e Claudio Ramos.

                                                Creche

Por sua vez, o atual Centro de Educação Infantil (CEI), na Rua dos Autonomistas, na Vila São Paulo, terá o nome de Gabriel Vinícius Coellho, neto do ex-vereador e saudoso Cosmo Waldemar Coelho. O garoto, de 14 anos, faleceu vítima de acidente de trânsito, na zona leste da capital, em 21 de maio deste ano. Chegou a estudar até o primeiro ano do ensino médio, no Núcleo Educacional Ferrazense (NEF), na Vila Romanópolis. Em vida, conquistou muitos amigos e, sobretudo, prezou por um convívio social de muito amor e respeito ao próximo. Os projetos de lei de Fabinho devem ser sancionados nos próximos dias pelo prefeito, Acir dos Santos (PSDB), o Acir Filló.

Por Pedro Ferreira.