You are currently viewing Fabinho recomenda atenção em obras da CTP Construtora

Fabinho recomenda atenção em obras da CTP Construtora

Vereador Fabinho (PSDB) alerta Prefeitura sobre qualidade em obras de recapeamentoTendo por base a costumeira falta de qualidade na execução de obras durante a gestão anterior, em Ferraz de Vasconcelos, pela  CTP Construtora LTDA, de São Paulo, o presidente da Câmara Municipal, vereador Luiz Fábio Alves da Silva (PSDB), o Fabinho, disse que a atual administração do município deve ficar atenta com os serviços que estão sendo feitos pela empreiteira, notadamente, o recapeamento da Avenida Governador Jânio Quadros (lote 2), no Parque São Francisco, incluindo a construção de guias a sarjetas. Para evitar prejuízo, na Tribuna da Casa, na segunda-feira, dia 27, Fabinho recomendou inclusive o não pagamento das obras pela municipalidade caso mantenha-se o péssimo serviço. Os trabalhos começaram em setembro e devem ser concluídos em 12 meses.

Trecho de recapeamento na Jânio Quadros em frente ao CIC, no Parque São FranciscoO presidente afirmou que já esteve vistoriando os trabalhos em andamento (foto-falha no acabamento próxima a guia na Avenida Jânio Quadros, em frente ao CIC) e pôde constatar que o padrão de qualidade da CTP Construtora continua aquém. As obras no valor de R$5 milhões são bancadas com recursos do Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento (Fumefi), ligado ao governo estadual. Para ele, a empreiteira demonstra mais uma vez atuar no município de forma incompetente e arrogante como já ocorreu, em 2010, principalmente, no episódio envolvendo a canalização do Córrego Três Pontes e a revitalização do seu entorno na divisa com Poá, paralelo a Avenida Albino Francisco Figueiredo, na Vila Santa Margarida. Em contrapartida, a MWE LTDA que também ganhou a licitação atual prima sempre pela qualidade de suas obras. O custo total dos trabalhos é de R$13 milhões.

Além disso, a obra de quase um quilômetro de extensão e financiada por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) orçada, na época, em cerca de R$3,4 milhões, abrangeu ainda a pavimentação do trecho de via pública e a colocação de aduelas, ou seja, estruturas pré-fabricadas de concreto armado (bocas de lobo) na altura da Travessa Jorge Raffoul e na Viela da Servidão, porém, o que se nota, hoje, é um completo descaso (foto) com o dinheiro público. “Na verdade, aquele exemplo vergonhoso que existe na região do Córrego Três não pode e não deve acontecer de novo, em Ferraz de Vasconcelos. Portanto, compete a Prefeitura Municipal ficar de olho porque a empresa é a mesma”, avisa Fabinho.

Via ao lado do Córrego Três Pontes, na Vila Santa MargaridaNa ocasião, em função dessas irregularidades (foto), Fabinho, juntamente, com Antonio Carlos Alves Correia (PSD), o Tonho, e os então vereadores e atuais secretários municipais, respectivamente, de Planejamento, Silas Faria de Souza e de Agricultura a Abastecimento, Vagner Vallet Ninck, o Pastor Vagner denunciaram o caso a Controladoria- Geral da União (CGU), que, por sinal, mandou embargar as obras, mas, infelizmente, na prática, até agora nada fora feito para consertar o desrespeito com o dinheiro público, apesar da apuração em curso. Para impedir erro semelhante, Fabinho garante que os vereadores vão fiscalizar de perto as atuais obras executadas não apenas pela Construtora CTP, de Suzano, mas, de um modo geral.

Por Pedro Ferreira.