You are currently viewing Psicólogos querem a redução da jornada de trabalho

Psicólogos querem a redução da jornada de trabalho

Vereador Willians do Gás (centro) lideram movimento favorável a psicólogosPsicólogos que atuam na Rede Municipal de Saúde de Ferraz de Vasconcelos querem a redução de sua jornada de trabalho de 40 para 30 horas semanais sem diminuição de salário. Para tanto, a categoria luta pela aprovação do projeto de lei nº 3.338/2008, do deputado federal, Felipe Bornier (PSD-RJ), em Brasília. Em resposta ao anseio desses profissionais (foto), a Câmara Municipal aprovou em única discussão moção de apoio assinada por todos os vereadores na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 06.

 Líder do movimento na Casa, o vereador (foto-centro) Willians Santos (PSB), o Willians do Gás disse que a diminuição de carga horária de psicólogos que trabalham na Secretaria Municipal da Saúde representa uma medida justa e, ao mesmo tempo, contribuiria para melhorar o atendimento a população. Além disso, ele acredita que a mudança favorável à categoria serviria ainda para evitar a saída desses profissionais para outras cidades como, por exemplo, para Poá e Itaquá que já adotaram a iniciativa. A decisão pode beneficiar 36 psicólogos.

Além de apresentar a moção de apoio ao projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados, Willians do Gás em parceria com os demais vereadores também fez uma indicação para o Poder Executivo. No documento, o socialista pede a elaboração de um projeto de lei local objetivando alteração na jornada de trabalha de psicólogos de 40 para 30 horas semanais antes mesmo da aprovação em nível nacional. Segundo ele, a matéria já conta com o apoio do prefeito, Acir dos Santos Filló (PSDB), o Acir Filló.

Para ele, quando o texto chegar ao Legislativo não resta nenhuma dúvida de que o mesmo será aprovado, por unanimidade, pelos vereadores. “Na realidade, estamos apoiando uma importante conquista para os nossos competentes psicólogos”, explica Willians do Gás. O parlamentar Antonio Carlos Alves Correia (PSD), o Tonho, elogiou o colega por apresentar a moção de apoio em prol de psicólogos, no entanto, ele defende que no plano municipal mais categorias deveriam ser incluídas, entre elas, enfermeiros e auxiliares que também querem a redução da jornada de trabalho para 30h.

Por Pedro Ferreira.