You are currently viewing Ferraz pode adotar transporte alternativo por micro-ônibus

Ferraz pode adotar transporte alternativo por micro-ônibus

Vereador Tonho (PSD) defende transporte alternativo na cidadeO transporte alternativo feito por micro-ônibus administrado por cooperativas poderá atuar em parceria com o modelo tradicional, em Ferraz de Vasconcelos. A possível inclusão do transporte alternativo pelo município faz parte de uma indicação liderada pelo (foto) vereador Antonio Carlos Alves (PSD), o Tonho, feita na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 22. No documento, a maioria dos vereadores propõe que a nova modalidade conste no futuro processo de licitação para o setor já sinalizado pela Prefeitura Municipal. A medida permitira inclusive uma melhor interligação com linhas intermunicipais.

Para Tonho, assim como Suzano e a capital paulista que adotaram o sistema de transporte alternativo, a cidade de Ferraz de Vasconcelos também comportaria, perfeitamente, esse modelo auxiliar de transporte de passageiros. A medida, segundo ele, beneficiaria, sobretudo, bairros da periferia como, por exemplo, as regiões do Cambiri e das Vilas São Paulo, Corrêa, Santa Margarida e Santo Antonio. Ainda, em sua avaliação, os percursos seriam realizados de forma muito mais rápida, já que, hoje, as principais queixas de usuários contra a Radial referem-se a demora em pontos de ônibus e ao preço de R$3,00 na tarifa. Calcula-se que a empresa transporte por dia cerca de 20 mil passageiros.

A proposta apresentada ao governo municipal por Tonho encontra respaldo no colega Claudio Ramos Moreira (PT). De acordo com o petista, a abrir a nova licitação para o setor de transporte e incluir também o transporte alternativo seria a solução ideal para melhorar o sistema no município. Além dele, também concordam com a sugestão Luiz Tenório de Melo (PR), Roberto Antunes de Souza (PMDB), Marcos Antonio Castello (SDD), o Ratinho e Clenilson Lima Dias (PSDB), o Quequê. Já o vereador Aurélio Costa de Oliveira (PPS), o Aurélio Alegrete vê com ressalvas o assunto, porém, acha o atendimento da Radial falho e deficiente.

Em contrapartida, o atual presidente da Câmara Municipal, Luiz Fábio Alves da Silva (PSDB), posicionou-se, radicalmente, contra a lotação no transporte público local. Em todo caso, ele garantiu que a empresa Radial precisa atender bem o usuário. O mesmo tipo de opinião possuem os colegas Edson Elias Khouri (PSB), o Edson Cury e Willians Santos (PSB), o Willians do Gás. Para eles, a saída seria pressionar a concessionária a cumprir o seu papel de maneira correta como faz em Poá e em Suzano. No fundo, eles acreditam que o transporte alternativo poderia contribuir para piorar a segurança no trânsito e, ao mesmo tempo, aumentar o risco de acidentes.

Por Pedro Ferreira.