You are currently viewing Elevador inoperante em escola complica a vida de alunos

Elevador inoperante em escola complica a vida de alunos

Vereador Claudio Ramos denuncia inoperância de elevador na Ediforp IIParado por falta de manutenção desde 2012 quando acabou o contrato, o elevador da Escola de Educação e Formação Pedagógica (Ediforp II), na Vila Santo Antonio, em Ferraz de Vasconcelos, está dificultando o acesso à sala de aula de quatro alunos com deficiência física. A denúncia foi feita pelo vereador (foto) Claudio Ramos Moreira (PT), na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 16. Na oportunidade, o petista apresentou um requerimento cobrando uma posição da Prefeitura Municipal a respeito do problema.

Além de ter sido procurado por pais de estudantes em seu gabinete, o petista também fez questão de visitar a escola, na semana passada. No local, pôde constatar, de fato, a situação vexatória para os alunos com deficiência física. Segundo Claudio Ramos, a inoperância do elevador já foi por diversas vezes comunicada a Secretaria Municipal da Educação pela direção da Ediforp II, no entanto, até a presente data a pasta age de forma omissa, o que só aumenta a preocupação de quem trabalha na unidade.

Outro assunto que também gera apreensão a todos, refere-se ao fato de a piscina construída no local ser muita funda e, ao mesmo tempo, não possuir nenhum tipo de proteção em telas, ou seja, uma simples mureta para evitar, com isso, uma tragédia há qualquer momento. Por isso, Claudio Ramos quer uma resposta do Poder Executivo para o caso. “Na verdade, o problema não consiste apenas na questão dos estudantes da Ediforp II, mas, a presença de invasores aos finais de semana”, diz. Ele antecipa que a piscina ainda não está funcionando como deveria e água represada é fruto da chuva.

Prédio do Ediforp na Vila Santo AntonioPara Claudio Ramos, como o prefeito municipal, Acir dos Santos Filló (PSDB), o Acir Filló iniciou a sua carreira política dentro do movimento estudantil, na década de 90, espera-se que o setor da Educação seria tratado com prioridade, contudo, na prática, não é isso que vem acontecendo, no município. Já o presidente da Câmara Municipal, Luiz Fábio Alves da Silva (PSDB), o Fabinho disse que a falta de funcionamento do elevador na Ediforp II (foto) precisa ser resolvida com a máxima urgência por está atrapalhando o cotidiano, sobretudo, pessoas com deficiência.

Por Pedro Ferreira.