You are currently viewing Mutirão da saúde mobiliza comunidade neste domingo

Mutirão da saúde mobiliza comunidade neste domingo

Prédio do Ediforp na Vila Santo AntonioMoradores da região da Vila Santo Antonio e adjacências, em Ferraz de Vasconcelos, poderão passar por consulta médica gratuita nas áreas de cardiologia, pediatria, dermatologia, ginecologia, odontologia, oftalmologia, ultrassonografia e eletrocardiograma durante o 2º Mutirão da Saúde. O evento preventivo ocorre no próximo domingo, dia 15, a partir das 8h,  (foto) na Escola de Educação e Formação Pedagógica (Ediforp II), na Rua Tapiras, 100. Em compensação, por ser grátis a procura tende a ser grande e, portanto, a organização avisa que as vagas são limitadas.

Na ação, os presentes terão a oportunidade de medir a sua pressão arterial, fazer teste de glicemia, exame de papanicolau, massagem chinesa, corte de cabelo e receber orientação jurídica, entre outras, atividades comunitárias. O 2º Mutirão da Saúde é uma realização da Fundação Budista Tzu Chi em parceria com a entidade Parceiros da Visão. O ato beneficente tem o apoio da Prefeitura Municipal de Ferraz de Vasconcelos, do Conselho Regional de Farmácia de São Paulo (CRF-SP), da fábrica Alegrete Artefatos de Alumínio e da Virgu’s Comunicação Visual e Artes Gráficas.

De acordo com o voluntário Venzelo Gomes de Oliveira, o popular Gomes da Ótica, na primeira edição no município, em julho do ano passado, o Mutirão da Saúde proporcionou mais de 500 atendimentos médicos. Por isso, ele acredita que este ano, o número de pessoas beneficiadas poderá ser ainda maior. Gomes da Ótica ressalta também que além de cidades como Ferraz de Vasconcelos, o evento beneficente está presente em comunidades carentes de Francisco Morato, Franco da Rocha, Itapevi, São Bernardo do Campo e em Itaquaquecetuba.

Além disso, bairros como o de São Miguel Paulista, na Zona Leste, o Jardim Ângela, na Zona Sul e Cocaia, em Guarulhos também recebem a ação social da Fundação Budista Tzi Chi, no Brasil. Aliás, a entidade não possui fins lucrativos e está centrada em quatro missões, ou seja, caridade, medicina, educação e cultura. “Tzi Chi significa compaixão e assistência”, diz Gomes da Ótica. Criada, em 1966, em Taiwan, pela monja Cheng Yen, a Fundação Budista atua voluntariamente, hoje, em mais de 70 países, sobretudo, em apoio a vítimas de desastres naturais.

No País, em 1996, a seca no nordeste brasileiro chamou à atenção de voluntários que em conjunto com órgãos chineses foram à região distribuir alimentos aos flagelados. Em outubro de 2008, foi à vez da aldeia indígena Xavantes, próxima ao Rio Amazonas, em Matogrosso, ganhar a ajuda da conceituada entidade internacional. Para a monja Cheng Yen, a falta de amor ao próximo tem sido a raiz de muitos problemas no planeta, mas, com vontade sustentada, misericórdia e doações, a harmonia eterna pode ser alcançada. Mais informações sobre o Mutirão da Saúde: (11) 9- 8430-0985.

Por Pedro Ferreira.