You are currently viewing Ex-vereador Dr. Alfredo Regner morre aos 75 anos

Ex-vereador Dr. Alfredo Regner morre aos 75 anos

Ex-vereador Dr. Alfredo Walter RegnerO ex-vereador de Ferraz de Vasconcelos por dois mandatos consecutivos, de 1993 a 2000 (foto) Alfredo Walter Regner, o Dr. Alfredo, de 75 anos, faleceu vítima de enfisema pulmonar por volta das 7h30 de segunda-feira, dia 26, na Santa Casa de Misericórdia de Suzano. Ele estava internado naquela unidade hospitalar desde a última quinta-feira, dia 22. O corpo foi velado, na Câmara Municipal, no centro, e o sepultamento, no dia 27, às 10h, no Cemitério Parque das Palmeiras, no Jardim Nossa Senhora do Caminho, na divisa com o Itaim Paulista.

Cirurgião-dentista formado pela Universidade de São Paulo (USP), em 1964, atuou por mais de 40 anos, na cidade. Antes de ser eleito vereador, em 1993, pelo então Partido Liberal (PL), atual versão do Partido da República (PR), o Dr. Alfredo exerceu por duas vezes o cargo de vice-prefeito da cidade de 1973 a 1977 e de 1983 a 1988, nas gestões do então prefeito e atual assessor da Secretaria de Estado da Fazenda, Makoto Iguchi. Além disso, o ex-vereador presidiu a Câmara Municipal no biênio 93/94 e tornou-se vice-presidente da Casa, no biênio 97/98.

Homem público bem relacionado com o mundo político, Dr. Alfredo pautou a sua carreira parlamentar pela descrição. Na condição de vereador, não costumava elaborar muitos projetos, requerimentos, moções e indicações, mas, procurava atender a todos os munícipes com presteza. Preferia cobrar, diretamente, junto ao Poder Executivo para encontrar solução de problemas que afligiam a sociedade local. Por sua vez, apesar de possuir boa oratória também era moderado na Tribuna.

Em dezembro 1994, sob o seu comando, a Câmara Municipal patrocinou a elaboração do único livro até hoje editado sobre a história do município de autoria do escritor mogiano, Nélson Albissú. Em 1997, foi o autor do projeto de resolução criando o chamado “vereador por um dia” voltado a alunos da rede pública e privada. Na atualidade, o precursor de “parlamentos jovens” em vigor em diversas câmaras municipais, Assembleias Legislativas e na Câmara dos Deputados.

Na década de 70, foi um dos responsáveis por promover diversas vezes a então tradicional Festa da Uva Fina. Na mesma década, presidiu ainda o Rotary Club local e de 1978 a 1980, comandou a Associação Comercial e Industrial (Acifv). De 2001 a 2004, tornou-se o primeiro secretário municipal de Habitação, no governo do José Carlos Fernandes  Chacon, o Zé Biruta.   Nascido no dia 20 de maio de 1939, na região central da capital paulista, depois mudou-se para o bairro da Parada XV de Novembro, em Guaianases. Em 1965,  veio residir, em Ferraz de Vasconcelos, onde monta o seu primeiro consultório.  Dr. Alfredo deixou a esposa Maria do Carmo Regner, a Carminha com quem teve três filhos, Regina Célia, Marcus Vinícius e Tania Maria e os netos Alfredo Neto, Beatriz e Henrique.

                                      Fabinho lamenta morte do amigo

            Grato, por ter sido o seu mentor político no final da década de 80, o atual presidente da Câmara Municipal, vereador Luiz Fábio Alves da Silva (PSDB), o Fabinho, lamentou a morte do amigo. Para ele, o Dr. Alfredo deixa o seu nome cravado na história do município. “O Dr. Alfredo era um ser humano exemplar, sempre preocupado com o bem-estar do seu próximo e, acima de tudo, um grande conselheiro. Que o Criador conforte a família, demais parentes e amigos por essa perda irreparável”, finaliza Fabinho. Há exatos dois meses, Ferraz perdia o ex-vereador e ex-presidente da Casa, Dr, Lucas de Mello, de 72 anos.

Por Pedro Ferreira.