You are currently viewing Câmara aprova aumento de vagas da Frente Municipal de Trabalho

Câmara aprova aumento de vagas da Frente Municipal de Trabalho

Vereadores aprovam aumento da Frente de TrabalhoA Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos aprovou em segunda e última discussão o projeto de lei que altera o número de funcionários da Frente Municipal de Trabalho de 400 para 500 vagas. A votação em sessão extraordinária (foto) não remunerada ocorreu nesta quinta-feira, dia 20. Agora, o texto de autoria do Poder Executivo segue para a sanção do prefeito municipal, Acir dos Santos (PSDB), o Acir Filló.

No Programa Emergencial de Auxílio Desemprego Municipal, os funcionários recebem R$592,00 mensais, cesta básica e vale-transporte. Eles trabalham 32 horas por semana de segunda a quinta e na sexta-feira dedicam-se a curso de qualificação profissional. De acordo com o coordenador da Frente Municipal de Trabalho, Joel da Silva, dos 399 benefícios, atualmente, 12 são pessoas com deficiência.

O plenário votou ainda em segundo turno, o projeto de lei que autoriza a Prefeitura Municipal a contrair um empréstimo de R$20 milhões junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por intermédio da Caixa Econômica Federal (CEF). Os recursos serão aplicados, obrigatoriamente, na execução de projetos integrantes do Programa de Modernização da Administração Tributária e de Gestão de Setores Sociais Básicos (Pmat).

Além disso, os vereadores aprovaram em primeira discussão o projeto de lei complementar que modifica o prazo de vigência do regime de comodato de cinco anos sucessivos para 99 anos de uma área cedida pela Prefeitura Municipal a Associação de Inativos e Pensionistas da Polícia Militar do Estado de São Paulo (Aipomesp), no Jardim Santa Rosa. No local, foi construído pela entidade um Centro de Atenção Psicossocial ao álcool e às Drogas (Caps-ad).

                                               Parceria

O espaço atenderá jovens dependentes químicos em regime de semi-internato e poderá ser administrado em parceria pela Irmandade de Frades Franciscanos. Os parlamentares também apreciaram em primeiro turno o projeto de lei que transforma o parágrafo 2º do artigo 1º da lei nº 3.034/2011 para artigo 2º, isto é, a Aipomesp se compromete a edificar o prédio do Caps e depois ceder ao Poder Executivo. A obra já está pronta.

Por Pedro Ferreira.