You are currently viewing Edson Cury prestigia encontro municipal do PSB em São Paulo

Edson Cury prestigia encontro municipal do PSB em São Paulo

Vereador Edson Cury (2º dir), presidente do PSB paulistano, Eliseu Gabriel (1º dir), vereador de São Vicente, Caio França (2º esq) e secretário-geral do PSB, Mário GuideO vereador ferrazense (foto-2º dir) Edson Elias Khouri (PSB), o Edson Cury, participou do encontro municipal do partido, no sábado, dia 19, em São Paulo. O evento político promovido pela Fundação João Mangabeira reuniu ainda o presidente do diretório paulistano e secretário municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo, Eliseu Gabriel, o secretário-geral da legenda e vereador por Osasco, Mário Luiz Guide e o vereador por São Vicente, Caio França, entre outras, lideranças.

Na reunião, os socialistas paulistanos e de outras regiões bandeirantes debateram propostas a serem incluídas no seu programa de governo para o ano que vem. Além disso, o conteúdo discutido também deverá ser encaminhado a instâncias superiores da sigla. Os principais temas aprovados durante o encontro apontam a necessidade de o País fazer reformas estruturais profundas que acabam desafiando a sociedade brasileira.

Na prática, dirigentes e militantes do PSB paulistano, assim como, os representantes do socialismo democrático em geral sonham em ganhar força no eleitorado brasileiro e, com isso, fortalecer a recente aliança política entre o seu presidente nacional, o governador de Pernambuco e presidenciável, Eduardo Campos, com a ex-senadora, Marina Silva. Aliás, membros do partido informal Rede participaram da reunião pela primeira vez.

Socialistas discutem propostas para o Brasil, em São PauloNo encontro paulistano, os participantes (foto) aprovaram algumas propostas, entre elas, o fim de reeleições para o Poder Executivo, com mandatos de cinco anos; somente uma reeleição para o mesmo cargo no Legislativo; que os membros de tribunais superiores tenham um mandato de oito anos; ampla liberdade para a criação de partidos políticos, com cláusula de barreira nacional para assento no parlamento. Em caso de vitória em seu projeto nacional, vai propor a convocação de uma “Assembleia Constituinte Exclusiva”.