You are currently viewing Vereadores tiram dúvidas do PPA do município

Vereadores tiram dúvidas do PPA do município

Vereadores recebem orientação do PPAPara compreender melhor um assunto, altamente, técnico e, ao mesmo tempo, entender como funciona a apresentação de emendas ao projeto de lei que trata sobre o Plano Plurianual (PPA) de Ferraz de Vasconcelos para os próximos quatro anos, um grupo de vereadores participou de uma reunião com o secretário municipal da Fazenda, Roberto de Lima, o Betinho e assessores. O encontro ocorreu (foto) na terça-feira, dia 24, na Câmara Municipal, no centro.

Para Betinho, o PPA foi elaborado levando em consideração a realidade financeira do município e, portanto, trata-se de uma proposta enxuta que vai nortear o planejamento da cidade de 2014 a 2017. O projeto contempla 14 ações principais distribuídas em todas as secretarias municipais. Para os próximos quatro anos, a Prefeitura Municipal estima uma arrecadação de um pouco mais de R$1 bilhão. Desse total, R$700 milhões deverão ser aplicados na área social.

O texto precisa ser aprovado em dois turnos até o final deste ano. Até lá, a matéria continua sendo analisada pela Comissão Permanente de Orçamento, Finanças e Contabilidade (CPOFC), presidida pelo vereador, Marcos Antonio Castello (PDT), o Ratinho, pela Procuradoria Jurídica da Casa e pelo o restante dos vereadores que pode inclusive fazer emendas ao PPA. No mesmo período, o plenário votará a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o ano que vem que prevê uma arrecadação de R$248 milhões.

A reunião agendada pelo presidente da comissão, Ratinho, contou com Antonio Carlos Alves Correia (PSD), o Tonho, Walter Marsal Rosa (PSB), o Valtinho do Ipanema, Cícero Rodrigues da Silva (PR), o Cícero do Gás, Claudio Ramos Moreira (PT), Ana Acilda Alves da Silva (PV), a Ana do PV, Clenilson Lima Dias (PSDB), o Quequê, Willians Santos (PSB), o Willians do Gás e Aurélio Costa de Oliveira (PPS), o Aurélio Alegrete. O diretor-geral Legislativo, Alexandre Balbino Rosa e a diretora de Contabilidade e Orçamento, Honorina Silva Melo também participaram do encontro.

                                            Qualificação

Além disso, o secretário anunciou que colocará em prática o Programa de Modernização da Área Tributária (Pmat) objetivando melhorar a arrecadação do município. De acordo com Betinho, a implantação da medida administrativa deverá ser concluída em até dois anos. O Pmat será feito em parceria com o governo federal. O programa não apresenta resultado positivo de imediato e, sim, depois de anos. “Vamos preparar o nosso pessoal para atuar de forma adequada”, assegura Betinho.